BOLETIM CORONAVÍRUS - CLIQUE AQUI E FIQUE ATUALIZADO

BARBARIDADE: Padrasto estupra criança, mata e coloca corpo em caixa de papelão

Polícia Civil investiga o caso

O TEMPO

18 de Dezembro de 2020 às 16:26

Foto: Divulgação

 

Uma criança de cinco anos foi encontrada morta dentro de uma caixa de papelão nesta sexta-feira (18) em um terreno baldio no bairro Jardim São Felipe, Hortolândia, interior de São Paulo. A Polícia Civil informou que o padrasto da menina confessou o crime e foi preso. A investigação da entidade apontou que o homem ainda abusou sexualmente da criança e a estrangulou.
 
A menina desapareceu na manhã dessa quinta-feira (17), quando, conforme depoimento da avó dela, saiu para brincar na casa de uma vizinha. A mãe da criança, de 25 anos, estava trabalhando no momento, chegou em casa para almoçar e estranhou a ausência da filha. Ela questionou o marido, e ele alegou que estava dormindo quando a menina saiu.
 
 
O suspeito tem passagem por estupro e chegou a prestar depoimento na quinta, quando disse que não tinha conhecimento sobre o paradeiro da criança. Depois disso, ele foi para casa de parentes em uma cidade vizinha e fugiu para Campinas, onde foi preso e confessou o crime.
 
O corpo da garota foi encontrado próximo à casa onde vivia com a mãe e o padrasto. A genitora tirou a filha de dentro da caixa, e chegou a levá-la para uma Unidade de Pronto Atendimento, mas ela chegou sem vida à instituição de saúde. 
 
"Resta saber agora onde e de que forma que esse bárbaro crime aconteceu. E saber também qual a motivação que levou ele a cometer esse crime. A autoria já está determinada. Resta saber também se ele teve a conivência da mãe e se o abuso sexual também foi feito por ele", declarou a delegada seccional de Americana (SP), Martha Rocha, que responde pela Delegacia de Hortolândia, em entrevista à “EPTV”.
Direito ao esquecimento

MAIS NOTÍCIAS