RONDÔNIA: Governo e parceiros discute retomada da lavoura cacaueira

Com o avanço das novas tecnologias, o cacau tem voltado a fazer parte das grandes potencialidades de Rondônia

RONDÔNIA: Governo e parceiros discute retomada da lavoura cacaueira

Foto: Rayne Andrade

Em reunião realizada com representantes de instituições públicas e privadas, entidades representativas e parlamentares,  discutiram-se ações para levantamento de diagnóstico da cadeia produtiva do cacau, no município de Cacoal. Impulsionados pelo movimento Pró-Cacau, o grupo busca apoio na revitalização da lavoura cacaueira. Levando as políticas do Governo do Estado, fomentada pela Secretaria de Estado da Agricultura – Seagri, a Entidade Autárquica de Assistência Técnica e Extensão Rural – Emater vai coordenar o plano de ação,  que retomará o fortalecimento dessa cadeia produtiva.
 
 
O cacau já foi um dos grandes destaques produtivos de Cacoal. Em meados dos anos 1970/80, representou grande parcela da economia local, entretanto, o êxodo rural provocado pela saída de jovens em busca de estudos e novas oportunidades, a proliferação de novas culturas fizeram com que a lavoura cacaueira fosse substituída por outras que exigiam menos mão de obra.
 
 
Com o avanço das novas tecnologias, o cacau tem voltado a fazer parte das grandes potencialidades, e Rondônia  tem se destacado entre os maiores produtores de cacau do País. O incentivo do governo Estadual, com a distribuição de mudas de cacau clonal através do programa “Plante Mais”, trouxe novas expectativas e, com isso, o movimento Pró-Cacau, de iniciativa do vereador Romeu Moreira, busca junto às entidades representativas aquecer o setor produtivo do município, trazendo mais esta alternativa de renda aos agricultores familiares da região.
 
 
O movimento Pró-Cacau visa incentivar os produtores rurais na revitalização da lavoura cacaueira
 
 
Nesse segundo encontro (o primeiro foi realizado em janeiro deste ano), já foram dados os primeiros passos para o levantamento de um diagnóstico, a fim de implementar um modelo de produção que atenda às necessidades locais.
 
 
Segundo o diretor presidente da Emater, Luciano Brandão, é preciso fazer uma análise do cenário atual, apresentar uma matriz para conhecer a atual realidade do município e dos órgãos responsáveis pela execução, para então apresentar o plano de ação sólido à sociedade, explicou.
 
 
Esta retomada da lavoura cacaueira faz parte das ações elencadas no Plano de Desenvolvimento Estadual Sustentável de Rondônia – PDES. De acordo com o governador Marcos Rocha a Emater deverá estar presente em toda iniciativa que venha atender às necessidades do produtor rural familiar. “Rondônia é um estado do agronegócio, e incentivar as culturas agrícolas daqui é uma das nossas prioridades”, ressaltou.
 
 
Além da Emater, estiveram representadas na reunião, para levantamento de diagnóstico da cadeia produtiva do cacau, em Cacoal, as instituições Agência de Defesa Sanitária Agrosilvopastoril – Idaron, Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas – Sebrae, Serviço Nacional De Aprendizagem Rural – Senar, Secretaria Municipal de Agricultura, Câmara Municipal de Cacoal, Associação Comercial e Industrial, entre outros segmentos da sociedade.
Direito ao esquecimento
Como você classifica os serviços da Energisa?
Como você classifica a gestão do prefeito Hildon Chaves em Porto Velho?

* O resultado da enquete não tem caráter científico, é apenas uma pesquisa de opinião pública!

MAIS NOTÍCIAS

Por Editoria

PRIMEIRA PÁGINA

CLASSIFICADOS veja mais

EMPREGOS

PUBLICAÇÕES LEGAIS

DESTAQUES EMPRESARIAIS

EVENTOS