BOLETIM CORONAVÍRUS - CLIQUE AQUI E FIQUE ATUALIZADO

OPINIÃO DE PRIMEIRA - As crenças alienígenas quem destroem vidas das crianças – Por Sergio Pires

COLUNA

13 de Junho de 2015 às 07:42

Foto: Divulgação

Eles chegam aos poucos. Antes até disfarçavam, mas como viram que ninguém os vigia, vão tomando conta do lugar. São os verdadeiros donos da Praça Madeira Mamoré, no centro de Porto Velho. A maioria é "dimenor", inalcançáveis à lei. Antes a polícia tentou tirá-los dali. Mas era apenas tempo perdido. Detidos, em poucas horas estavam na rua de novo, fazendo as mesmas coisas: usando drogas, traficando, atacando visitantes incautos, roubando, fazendo suas necessidades ali mesmo. São garotos e garotas, sem saber o que é estudar ou trabalhar, sem conhecer limites ou ter perspectiva de futuro. Quando forem adultos, sem terem sido admoestados ou punidos pelos erros que cometeram, se tornarão criminosos profissionais, muitos com vida curtíssima. A mortandade deles, que se alastra pelo país, deveria ser creditado aos egoístas que só vivem em função de sua ideologia. Esquecem-se que as crianças são crianças, que precisam aprender, que precisam saber os limites, que não podem ser tratadas como bibelôs descerebrados. Não o são, como o pregam essas teorias loucas, que ceifam vidas, mantidas através de crenças quase alienígenas, em relação à nossa realidade.
Um dia, quando essas gerações perdidas forem lembradas e a verdade histórica restabelecida, esses que hoje alimentam seus egos com ideologias estranhas aos brasileiros, serão cobrados pelo que estão fazendo, no sentido de ajudar a dizimar uma parte importante da juventude brasileira. Comemoram que seus interesses predominem, mesmo à custa da violência, da tragédia, do extermínio de parte das crianças e jovens brasileiros. Eles não estarão mais aqui para pagar pelos seus erros, mas certamente a História dirá a verdade sobre eles. Jamais descansarão em paz, pelos males causados a uma parte tão importante da juventude deste país!
ANCIÃOS COMO ALVO
Ariquemes é uma das cidades mais violentas de Rondônia. O número de assassinatos é assustador, assim como os crimes de morte em toda aquela região. Afora isso, há um dado também assustador. No ano passado, foram registrados mais de 380 casos de violência contra idosos. Mais de um por dia. Agressões, mortes, ferimentos, roubos e assaltos vitimaram os velhinhos e velhinhas, sem contar nos casos de violência praticados por filhos, netos ou outros familiares. Nesta semana, entidades de defesa das pessoas da terceira idade chegaram a fazer uma passeata pelas ruas de Ariquemes, pedindo o fim da violência e da brutalidade contra anciãos. Lamentável!
GUERRA DOS ÔNIBUS
Vários vereadores da Câmara de Porto Velho se voltaram contra a Prefeitura, no caso do transporte coletivo. O prefeito Mauro Nazif insiste numa concorrência emergencial para contratar nova empresa, mas os edis querem que o atual contrato seja mantido. Alegam inclusive que terminar um contrato como o que vigora há tantos anos, só com o aval do legislativo municipal. O assunto gera polêmica. O prefeito está irredutível e inclusive disse que não dá aumento das tarifas de jeito nenhum, mesmo que elas não tenham sido aumentadas há cinco anos. Os vereadores não concordam. Vem chumbo muito grosso pela frente...
OBRAS VIRTUAIS
A tal Ferrovia de Integração Leste-Oeste, dparece que é algo palpável, realizável, dentro de um contexto em que estará pronta em pouco tempo. Pura balela! A realidade é que não há qualquer certeza de que ela ira se tornar realidade tão cedo. Para se ter uma ideia, parte de outra ferrovia, de 1.500 quilômetros em obras, entre a Bahia e Tocantins, está com sérios problemas., Em quatro dias, 1.150 trabalhadores foram demitidos. Não tem grana para dar continuidade às obras. Mas se o consórcio com os chineses foram aprovados, os trabalhadores brasileiros estarão fora da nova ferrovia. Serão trazidos onze mil operários da China, para realizar o serviço. Dá prá acreditar?
PROCURADOR SURRADO
Rolo dos grandes: a forma como o procurador do Estado Joel de Oliveira foi agredido no CPA (Palácio Rio Madeira), nesta sexta, vai dar pano pra manga por vários dias. Depois de um bate boca, quando ele já saía do prédio, acabou surgindo uma briga daquelas. A Polícia do Gabinete Militar do Governo interveio e acabou tratando o Procurador como bandido, inclusive o algemando e levando para uma Delegacia de Polícia. Quem conhece o polêmico procurador Joel de Oliveira sabe que o assunto não vai parar tão cedo. Vem rolo enorme por aí...
ENFIM, UM LENITIVO!
Depois de 20 anos de espera pela obra e de outros nove meses desde sua abertura, parece que finalmente vai funcionar nosso Teatro Palácio das Artes. A infernal burocracia e a má vontade, em conjunto com a inércia de alguns servidores públicos, transformou uma obra portentosa como essa, em mais um problema. Lamentavelmente a população está mais uma vez sendo punida, pela incompetência generalizada e, ainda, porque um monte de gente quer ser mais autoridade do que outras autoridades. Agora, o anúncio de que tudo estará OK no final do mês é ao menos um lenitivo. Esperemos que seja verdade.
PERGUNTINHA
Quando todos os envolvidos no escândalo de corrupção em Cacoal serão denunciados, julgados, devolverão o que desviaram e cumprirão pena?
 
 
Direito ao esquecimento

MAIS NOTÍCIAS