HERMANOS: Argentina reabre as fronteiras e tem como foco o turista brasileiro

Para entrar no País vizinho basta um teste PCR negativo feito até 72 horas antes do embarque

HERMANOS: Argentina reabre as fronteiras e tem como foco o turista brasileiro

Foto: Divulgação

Antes da pandemia da Covid-19, a Argentina recebia 1,5 milhão de visitantes brasileiros por ano. Ou seja, o principal emissor de turistas internacionais para o País. E nesta reabertura, o País está no centro das estratégias para a retomada do Turismo, segundo o secretário-executivo da Inprotur, Ricardo Sosa, que participa da Abav Expo 2021.
 
“O brasileiro quer muito voltar à Argentina. Há três motivos principais para isso, o primeiro é a distância de uma hora de voos. O segundo o câmbio, que é muito favorável e o terceiro é a vontade de conhecer o destino”, destacou o executivo em entrevista ao M&E.
 
“A situação da pandemia também é muito favorável. Temos hoje cerca de 1 mil casos por dia e mais de 50% da população vacinada com duas doses”, complementou.
 
O fato de não exigir vacinação dos brasileiros é também um ponto positivo para Sosa. Para entrar no País vizinho basta um teste PCR negativo feito até 72 horas antes do embarque. Outro ponto citado por ele é que já a partir do dia 19 de outubro, a restrição de que permitia a entrada de apenas 2.300 estrangeiros por dia será retirada.
 
Sosa revelou ainda que há conversas com Gol e Latam para a volta dos voos ao País, a exemplo da Aerolíneas, que retoma operações em 18 de outubro.
 
“Em novembro a Gol fará um site inspection para ver as possibilidades de novos produtos e deve voltar a voar para a Argentina em dezembro. Serão dois voos diários de São Paulo e um do Rio de Janeiro”, disse. “Já a Latam volta em meados de novembro e será simbólico porque passará de um voo por semana para 24”, finalizou.
Direito ao esquecimento

MAIS NOTÍCIAS

Por Editoria

PRIMEIRA PÁGINA

ROVIVO TV

DESTAQUES EMPRESARIAIS

PUBLICAÇÕES LEGAIS

COLUNAS