TECNOLOGIA: Azul pretende operar aeronaves elétricas no Brasil a partir de 2025

Companhia pretende conectar grandes centros econômicos, regiões metropolitanas, cidades turísticas, condomínios residenciais e aeroportos por meio dos eVTOLs

TECNOLOGIA: Azul pretende operar aeronaves elétricas no Brasil a partir de 2025

Foto: Divulgação

A Azul fechou uma parceria com a empresa alemã Lilium para revolucionar o mercado de aviação no Brasil nos próximos anos. A Azul pretende ampliar significativamente sua conectividade no país, ligando pontos comerciais e turísticos, criando um novo mercado por meio de uma malha ainda mais exclusiva de voos com aeronaves eVTOL no Brasil a partir de 2025. A parceria pode custar US$ 1 bilhão e inclui uma frota de até 220 aeronaves eVTOL da Lilium.
 
Por meio dessa potencial malha aérea, a companhia pretende conectar grandes centros econômicos, regiões metropolitanas, cidades turísticas, condomínios residenciais e aeroportos.
 
O plano de investimento que está sendo avaliado pela Azul reforça ainda mais os compromissos ESG da companhia ao alavancar, de forma inédita, o desenvolvimento econômico e social no Brasil por meio de um modelo de avião 100% elétrico, com zero emissão de carbono.
 
“Nossa presença de marca, nossa malha com exclusiva conectividade e nosso programa de fidelidade nos permitem criar demanda para introduzirmos essa nova operação com os jatos eVTOL da Lilium no Brasil. Como fizemos no mercado doméstico brasileiro desde a nossa fudação, estamos ansiosos para, novamente, criar um mercado totalmente inovador nos próximos anos”, diz John Rodgerson, presidente da Azul.
Direito ao esquecimento

MAIS NOTÍCIAS

Por Editoria

PRIMEIRA PÁGINA

ROVIVO TV

DESTAQUES EMPRESARIAIS

PUBLICAÇÕES LEGAIS

COLUNAS