BOLETIM CORONAVÍRUS - CLIQUE AQUI E FIQUE ATUALIZADO

OPÇÕES: Azul apresenta malha com os seus 240 voos diários em julho

Manaus volta a ser conectado com Belém e Porto Velho

DIARIO DO TURISMO

10 de Junho de 2020 às 11:46

Foto: Divulgação

 

DIÁRIO DO TURISMO - Ao todo, a Azul deve operar 242 voos diários em dia-pico em julho, o que representa um acréscimo de 42% frente à malha que está sendo operada neste mês. As passagens para os novos voos já estão disponíveis em todos os canais oficiais da companhia.
 
Incluindo a reabertura das sete bases, a Azul deve operar 23 novos mercados em julho, com destaque para as rotas inéditas Santos Dumont-Recife e Santos Dumont-Cuiabá, ampliando para oito o número de cidades servidas a partir do SDU. Em Belo Horizonte, a companhia volta a oferecer ligações diretas para Guarulhos, Recife, Salvador, Brasília, Porto Seguro e Belém, chegando a cerca de 20 voos diários. O Recife terá voo direto para o Rio, Teresina, João Pessoa, Maceió, Guarulhos e BH, fazendo com que o centro de conexões do Nordeste chegue, em média, a 22 decolagens por dia. Já Manaus volta a ser conectado com Belém e Porto Velho, enquanto Cuiabá receberá importantes incrementos para Campo Grande, Guarulhos e Rio.
 
Campinas
 
Principal base operacional da Azul no país, Campinas terá operações para Porto Seguro, Maringá, Sinop, Chapecó e Marília, além do aumento de capacidade nas decolagens para Bauru. A cidade do interior paulista, que tem operado voos com as aeronaves modelo Cesna Gran Caravan, para nove Clientes, passará a receber operações com o ATR 72-600, que comporta até 70 pessoas. Com as adições, o aeroporto campineiro terá 62 voos diários para 33 destinos, reforçando um dos principais diferenciais da Azul: a conectividade.
 
Limpeza reforçada e medidas de higiene a bordo
 
Desde o início da pandemia, a Azul reforçou a limpeza de suas aeronaves a cada voo e à noite, seguindo os protocolos sugeridos pela IATA. A companhia também foi a primeira do país a tornar obrigatório o uso de máscaras por Tripulantes e Clientes, tanto a bordo quanto em solo. Em outra iniciativa pioneira, a Azul passou a medir a temperatura dos Tripulantes a cada início de turno, aumentando a confiança em solo e a bordo e preservando a vida e a segurança de todos.
Direito ao esquecimento

MAIS NOTÍCIAS