BOLETIM CORONAVÍRUS - CLIQUE AQUI E FIQUE ATUALIZADO

DEPUTADO ESTADUAL: Jhony não aceita perdoar dívida da Energisa e exige pagamento dos 2 bilhões

Empresa deixaria de pagar aos cofres públicos rondonienses R$1,3 bilhões de reais.

ASSESSORIA

16 de Julho de 2020 às 15:01

Foto: Divulgação

“Nós daremos para a Energisa, o mesmo tratamento que tem dado para cada contribuinte. Ela terá que honrar e pagar cada centavo que deve ao Estado de Rondônia”.  Esse foi o pronunciamento que o deputado Jhony Paixão (Republicanos) fez logo que tomou conhecimento da retirada da pauta da Assembleia Legislativa referente ao perdão da dívida da Energisa, a empresa responsável pela distribuição energia em Rondônia.

A dívida estimada em R$ 2 bilhões coloca a Energisa como destaque das grandes devedoras aos cofres públicos do Estado. Se fosse aprovado o projeto, a concessionária passaria a dever apenas R$ 700 milhões. A dívida foi herdada assim que a empresa comprou em 2018, a extinta Centrais Elétricas de Rondônia (CERON). Ao fazer a aquisição da antiga CERON, assumiu sabendo, todos os débitos que a empresa tinha com o Poder Executivo e que eram questionados pela Justiça desde 2001.

A retirada da pauta da Casa de Leis foi um pedido do próprio Governador do Estado, Marcos Rocha, através da Mensagem de nº 157 de 14 de julho de 2020. O documento faz a solicitação da retirada de tramitação e a devolução do pedido.

“Hoje é um dia de muita alegria para o Estado de Rondônia. Diante de várias intervenções, o projeto que beneficiava a Energisa foi retirado de pauta. O que é uma vitória para a nossa população”, explicou Jhony.

LÍDER DE RECLAMAÇÕES – No primeiro semestre deste ano, o Procon Rondônia, divulgou uma lista das 10 empresas que têm mais reclamações dos consumidores e a concessionária elétrica liderou o ranking, com 34% das queixas. Os municípios que mais reclamaram da empresa foram: Porto Velho, Ariquemes, Vilhena, Ji-Paraná e Rolim de Moura.

O resultado negativo expressivo foi o reflexo do tratamento que a empresa tem destinado aos consumidores em menos de 24 meses que comprou a CERON. As principais queixas se referem aos erros de leitura do consumo mensal, cobrança indevida, cobrança de taxas tarifárias, cobrança de título de (ré) ligação à revelia e muita por recuperação de consumo, além de cobranças abusivas.

A Energisa é o quinto maior grupo distribuidor de energia do país em energia distribuída, atendendo nesse segmento de atuação a aproximadamente 7,8 milhões de consumidores em onze estados brasileiros, cobrindo o equivalente a 10% da população do Brasil.

Direito ao esquecimento

MAIS NOTÍCIAS