BOLETIM CORONAVÍRUS - CLIQUE AQUI E FIQUE ATUALIZADO

VEREADOR: Aleks Palitot realiza fiscalizações em unidades de saúde e educação

Com suspensão parcial das atividades na Casa de Leis Municipal, vereador tem intensificado ações externas em prol da população

ASSESSORIA

02 de Julho de 2020 às 10:07

Foto: Divulgação

Um dia de intensa atividade, assim foi a terça-feira (30), para o Professor Aleks Palitot que percorreu unidades de saúde na Zona Sul e Zona Norte e visitou ainda uma escola durante a entrega de kits alimentação e kits escolares do Fundo Nacional de Desenvolvimento de Educação (FNDE), uma solicitação sua, atendida pela Secretaria Municipal de Educação (Semed), que beneficia mais de 40 mil alunos do ensino básico em Porto Velho em tempos de pandemia.
 
Após receber informações em seus canais de comunicação sobre a situação nas unidades de saúde da rede municipal, o Professor Aleks Palitot esteve conversando com servidores e com a população que buscava atendimento na Unidade de Saúde Osvaldo Piana, no bairro Areal que atende também as comunidades da Baixa União, Triângulo, Tucumanzal, Mato Grosso, Areal, Mocambo e Santa Barbara.
 

Ainda pela manhã, o Professor verificou o atendimento à população na Policlínica Ana Adelaide, no bairro Pedrinhas, Zona Norte da Capital. Em ambas as unidades o vereador constatou que após o inicio dos testes rápidos aumentaram as incidências de profissionais da saúde infectados, que estão atuando na linha de frente no combate ao Coronavírus.
 
Descaso
 
Segundo uma das servidoras com quem conversou, “o estado de tensão está alto, os profissionais já estão cansados da sobrecarga o que acaba abalando o emocional. Muitos colegas estão afastados com atestado positivo. Faltam médicos, faltam equipamentos de proteção e já não há kits de medicamentos disponíveis. Trabalhamos nessas condições e ainda temos que correr o risco de além de nos contaminar, contaminar também nossa família ao retornar para casa”, desabafa a servidora.
 

Preocupado com a situação, Palitot garantiu que enviará um ofício ao Ministério Público Federal denunciando o caso. “Entendemos os problemas que as unidades vem enfrentando, em especial os profissionais que atuam na linha de frente, motivo pelo qual solicitamos a Prefeitura o pagamento dos 40% de insalubridade para estes profissionais em reconhecimento aos seus esforços”, afirma o vereador.
 
Kits Alimentação
 
Através do Pedido de Providência 034/GAB/VAP/CMPV, de autoria do vereador Professor Aleks Palitot, encaminhado ainda em março deste ano, o edil solicitava a entrega de kits alimentares para os alunos da rede pública em estado de pobreza e extrema pobreza durante a pandemia.
 

“Os alimentos adquiridos com recursos Federais e contra partida do Estado e Município, que eram destinados a merenda escolar, para evitar o desperdício e socorrer os alunos que tem na merenda escolar a única refeição completa do dia, sugeri ao Executivo que estes alimentos fossem doados para estes alunos”, explica o vereador.
 
Segundo o professor Aleks Palitot, “este é um período desafiador para os educadores, que precisam se adaptar a nova realidade utilizando a nova tecnologia disponível para que a educação não pare totalmente”, afirmou

“Aqui na Escola formamos salas virtuais onde os alunos foram inseridos para receberem as atividades. Muitos pais que nos falam que não tem recursos para imprimirem as tarefas, nós imprimimos e estes pais vem até aqui buscar. Tudo para não paralisarmos totalmente”, conta a Diretora da Unidade, Eide Coutinho.
 
Comunidade Escolar
 
A escola que atende 189 alunos com idade entre 5 e 10 anos realizou nesta terça sua segunda entrega de kits alimentação para 124 alunos, junto também foi entregue o material da FNDE. A primeira entrega realizada em maio contemplou 68 alunos cujas famílias estão cadastradas no Bolsa Família.
 

“Além das cestas, relata a Diretora, também entregamos frutas e verduras adquiridos com recursos da escola e consentimento do nosso Conselho Escolar e também carne e frango”, relata a diretora da Escola Municipal Antônio Augusta das Chagas Rabelo, Zona Norte.
 
“A prova de que quando há boa vontade e trabalho as ações fluem e a comunidade usufrui. Tudo organizado, funcionários da escola com epi’s, como deve ser neste momento. As dispensas da escola estão vazias e nós com a certeza de que os alimentos chegarão aos alunos, o que pra mim é o reflexo de uma boa política”, afirmou o Professor Aleks Palitot.
Direito ao esquecimento

MAIS NOTÍCIAS