BOLETIM CORONAVÍRUS - CLIQUE AQUI E FIQUE ATUALIZADO

POSICIONAMENTO: Léo Moraes é a favor do veto que tira do Congresso controle de R$ 42 bilhões

Esse orçamento foi vetado pelo presidente Jair  Bolsonaro (ALIANÇA) que será votado pela Câmara Federal nesta terça-feira (3)

Assessoria

02 de Março de 2020 às 15:40

Foto: Divulgação

O deputado federal Léo Moraes (PODEMOS) se manifestou nesta segunda-feira (2) para falar sobre seu posicionamento referente à Lei de Diretrizes Orçamentárias – LDO que teve incluído o orçamento extra que deixaria nas mãos de deputados e senadores mais de R$ 40 bilhões de verbas orçamentárias e emendas parlamentares.

 

Esse orçamento foi vetado pelo presidente Jair  Bolsonaro (ALIANÇA) e será votado pela Câmara Federal nesta terça-feira (3) em sessão que está prevista para começar a partir das 14h.

 

De acordo com Léo Moraes, ele é a favor da aprovação do veto do presidente, já que esse orçamento trata-se de um jabuti que colocaram nesse projeto de Lei e a sua aprovação na Casa contou com acordos que não seguiram as posições dos partidos.


“Se empoderar de uma atividade que é do presidente da república, que é de sua equipe, é no mínimo leviano, não é a toa que criaram um grande bloco para tomar conta da Comissão Mista Orçamentária, para efetivar, para consolidar esse orçamento”, afirmou Léo Moraes.

 

Ainda segundo o congressista, o Estado Brasileiro precisa de outros debates nesse momento em que vem passando e não se preocupar em colocar um orçamento tão gigantesco na mão de apenas um relator.


“Esse dinheiro é da população, que paga uma alta carga tributária, muito dinheiro e os serviços não chegam. Quem tem direito de executar é o presidente, os governadores e os prefeitos, Congresso precisa legislar e fiscalizar os atos do Executivo, ao invés de querer criar esse bicho que não pode ser aprovado no Congresso”, finalizou Léo Moraes.


Vale ressaltar que o orçamento impositivo, que garante as emendas a todo o parlamento, independente de partido ou região política é algo que está garantido. O deputado pede para que todos os cidadãos cobrem de seus deputados que votem a favor do veto do presidente, que é algo favorável à Nação.

 

Confira vídeo:

 

Direito ao esquecimento

MAIS NOTÍCIAS