OPERAÇÃO: PC continua caçada para prender bando envolvido na morte de mulher

Os policiais pedem que a população denuncie via 197

OPERAÇÃO: PC continua caçada para prender bando envolvido na morte de mulher

Foto: Divulgação

As buscas continuam para tentar prender a quadrilha identificada como Alex Dias do Nascimento, 36, André R. S. S.  27, Judson Gabriel B. F., 23, e Lucas S. F., 26, acusada de participação na morte de Daniele Santos Reis, 31, no dia 18 do mês passado na Rua João Goulart com Padre Ângelo Cerri, bairro São João Bosco, em Porto Velho (RO).
 
A Operação Matrem deflagrada pela Delegacia Especializada em Crimes Contra a Vida (DECCV) na manhã desta quinta-feira (09) realizou intensas diligências em pontos diferentes da capital com o intuito de prender os acusados.
 
Porém, nenhum deles foi encontrado nos endereços obtidos durante as investigações. Quem souber de informações sobre o paradeiro dos criminosos pode ligar de forma anônima  no número 197 da Polícia Civil.
 
Daniele foi morta quando caminhava na rua com o esposo e a filha de 10 meses. O criminoso Alex chegou de bicicleta e armado tentou atingir o marido da vítima, mas ela entrou na frente para protegê-lo e a bebê dela que estava no colo do marido. A mulher foi baleada no tórax e morreu no local.
 
As investigações da Homicídios apuraram que o crime foi motivado porque o marido de Daniele tinha uma dívida de drogas com Alex. 
 
Os outros três procurados pela polícia teriam participado emprestando a arma para Alex e passando informações da localização das vítimas.
 
 
 
Nome da operação
 
 
 
“Matrem” significa mãe em latim e faz referência ao ato de sacrifício de Daniele ao se colocar como escudo da filha.
 
Direito ao esquecimento

MAIS NOTÍCIAS

Por Editoria

PRIMEIRA PÁGINA

ROVIVO TV

DESTAQUES EMPRESARIAIS

PUBLICAÇÕES LEGAIS

COLUNAS