MORTE DE MULHER: Delegado da Central fala sobre soltura de policial federal

A soltura do suspeito se deu após o exame de autópsia no corpo da mulher ter apresentado resultado inconclusivo

Em entrevista coletiva realizada na Central de Flagrantes, o delegado Daniel Diniz falou sobre a soltura de um policial federal de 56 anos que havia sido detido suspeito da morte da ex-mulher Rosilene Chaves de Oliveira, 46, nesta madrugada de quarta-feira (04) em uma residência localizada na Avenida Calama, bairro Aponiã, em Porto Velho (RO).

 

De acordo com o delegado, o policial afirmou em depoimento que as lesões no tórax e rosto da vítima teriam sido provocadas enquanto ele realizava procedimento de reanimação nela. O policial confirmou que Rosilene passou mal após o ato sexual.

 

Ainda segundo o delegado, durante buscas na residência, os policiais investigadores do caso teriam encontrado resquícios de uma substância aparentando ser cocaína.

 

A soltura do suspeito se deu após o exame de autópsia no corpo da mulher ter apresentado resultado inconclusivo.

 

A Delegacia Especializada em Crimes Contra a Vida (DECCV) sob o comando da delegada Leisaloma Carvalho seguirá nas investigações do caso.

Galeria de Fotos da Notícia

MORTE DE MULHER: Delegado da Central fala sobre soltura de policial federal

MORTE DE MULHER: Delegado da Central fala sobre soltura de policial federal

MORTE DE MULHER: Delegado da Central fala sobre soltura de policial federal

MORTE DE MULHER: Delegado da Central fala sobre soltura de policial federal

MORTE DE MULHER: Delegado da Central fala sobre soltura de policial federal

MORTE DE MULHER: Delegado da Central fala sobre soltura de policial federal

Direito ao esquecimento

MAIS NOTÍCIAS

Fonoaudiocenter LTDA

Por Editoria

PRIMEIRA PÁGINA

ROVIVO TV

DESTAQUES EMPRESARIAIS

PUBLICAÇÕES LEGAIS

COLUNAS