INVESTIGAÇÃO: Ex-namorado de miss pediu transferência quatro dias antes do crime

Polícia acredita que pedido de transferência para outro estado pode indicar premeditação

INVESTIGAÇÃO: Ex-namorado de miss pediu transferência quatro dias antes do crime

Foto: Divulgação

EM TEMPO - Rafael Fernandez Rodrigues, desaparecido desde a morte da namorada Kimberly Mota, de 22 anos, havia cadastrado um pedido de permuta para transferência de local de trabalho na última sexta-feira (8). Servidor público do Tribunal Regional do Trabalho da 11ª Região (TRT11), a solicitação ocorreu quatro dias antes do corpo de Kimberly ser encontrado no apartamento dele, no Centro de Manaus.
 
VEJA MAIS
 
O homem atuava no cargo de Analista Judiciário desde outubro de 2017, e é o principal suspeito pelo assassinato da namorada.
 
O pedido foi cadastrado no site da Associação dos Servidores da Justiça do Trabalho (Anajustra), utilizado para negociar transferência entre os servidores dos TRTs. Na solicitação, Rafael justifica que a permuta seria por ‘’motivos familiares’’.
 
Com origem em Manaus, na 11º Região do TRT, o servidor solicitou transferência para unidades do Sul ou Sudeste, incluindo diversos estados como São Paulo, Minas Gerais, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul, Paraná, Santa Catarina e Espírito Santo.
 
Vários questionamentos são levantados, um deles é se o crime foi premeditado, devido ao pedido de transferência do suspeito. A Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS) segue fazendo buscas para encontrar Rafael e desvendar o caso. 
 
Tribunal Regional de Trabalho
 
Em nota, o Tribunal Regional do Trabalho da 11ª Região – Amazonas e Roraima (TRT11), se manifestou sobre o assassinato e informou que está acompanhando os fatos atribuídos ao servidor Rafael Fernandez Rodrigues.
 
O órgão afirmou que acompanhará o desenrolar do caso para apuração dos fatos, e se solidariza com a família da jovem Kimberly Mota pela perda.
 
Entenda o caso
 
Kimberly Mota estava desaparecida desde o último domingo (10). O corpo da jovem foi encontrado, na madrugada desta terça-feira (12), no apartamento de Rafael, com quem mantinha um relacionamento de 2 meses. O rapaz é o principal suspeito do crime.
 
Kimberly Karen era conhecida por ter sido a vencedora do concurso de Miss Manicoré em 2019 e finalista no Miss Amazonas.
Direito ao esquecimento

MAIS NOTÍCIAS

Por Editoria

PRIMEIRA PÁGINA

ROVIVO TV

DESTAQUES EMPRESARIAIS

PUBLICAÇÕES LEGAIS

COLUNAS