BOLETIM CORONAVÍRUS - CLIQUE AQUI E FIQUE ATUALIZADO

Homem morre de infarto depois de tentar separar briga de pit-bulls; polícia encontra abatedouro clandestino de cachorros no quintal - Fotos

Homem morre de infarto depois de tentar separar briga de pit-bulls; polícia encontra abatedouro clandestino de cachorros no quintal - Fotos

Da Redação

26 de Março de 2009 às 11:17

Foto: Divulgação

O desempregado Arlindo Saldanha Lopes, de 33 anos, morreu na manhã desta quarta-feira, supostamente vítima de parada cardíaca depois de tentar separar uma briga de dois cães da raça Pit Bull.
 
De acordo com informações da Policia Militar, Arlindo e sua mãe, Isabel Saldanha Lopes, estavam em casa, à TV. São Luiz, bairro João Eduardo I, quando dois cães que eles criavam começaram a brigar.
 
Arlindo, que era acostumado com os animais, foi no quintal na tentativa de separar dois cachorros que brigavam violentamente. Ele teria sofrido um fulminante ataque cardíaco quando tentava separar os Pit Bulls.
 
A mãe dele tentou socorrer o filho e foi atacada por um dos cachorros, sofrendo uma mordida no braço direito que abriu um profundo corte próximo ao pulso.
 
Vizinhos acionaram uma equipe do Samu, que ao chegar ao local atestou a morte de Arlindo e socorreu a mulher que sangrava muito.
 
Quando policiais militares chegaram na residência, encontraram mais de trinta cães trancados em dois quartos e separados em pequenas gaiolas no quintal.
 
A casa exala um mal cheio insuportável e havia fezes de cachorro por todos os cantos.
 
Os policiais pediram a presença de uma equipe da Vigilância Sanitária para averiguar as condições em que a família vivia.
 
Vizinhos denunciam abate de cachorros
 
Vizinhos da casa onde os cães foram encontrados denunciaram à policia a existência de um abatedouro clandestinos de cachorros.
 
Segundo um dos moradores que pediu para não ter o nome publicado, os membros da família de Arlindo, criavam os cães para serem mortos e consumidos.
 
"Eles criam cachorros pra comer. Todo dia eles matavam um aí. Esses animais vivem presos e servem de alimentos para essa família. Aqui todo mundo sabe disso, mas nunca ninguém tomou uma providência", disse o morador.

Os PMS também encontraram na casa cinco jabutis e duas pequenas jabotas. Eles comunicaram o fato ao IBAMA.

 

Direito ao esquecimento

MAIS NOTÍCIAS