COLISÃO: Identificado indígena que morreu em acidente entre picape e ônibus

Criança de 02 anos com suspeita de fraturas foi transferida para Cáceres

COLISÃO: Identificado indígena que morreu em acidente entre picape e ônibus

Foto: Divulgação

 

O Folha do Sul Online acaba de obter a identificação do indígena que morreu ontem, após a picape na qual ele viajava junto com outros membros de sua etnia bater em um ônibus que trazia estudantes universitários para Vilhena.
 
O acidente aconteceu na área urbana de Comodoro, cidade de Mato Grosso a 100 km da divisa com Rondônia, e teria sido causado pela imprudência do motorista da caminhonete, que invadiu a pista da BR 364 ao sair de uma estrada vicinal.
 
O indígena que faleceu na hora tinha 52 anos e se chamava Sérgio Nambiquara Halotesu. O último sobrenome indica o subgrupo que faz parte da etnia Nambiquara, cuja aldeia fica entre Comodoro e Vilhena. O grupo de 10 pessoas estava justamente voltando para a Terra Indígena quando aconteceu a fatalidade.
 
O corpo de Sérgio foi levado para a cidade de Pontes e Lacerda (MT), onde será submetido a necropsia. Dos 9 sobreviventes, um continua internado em Comodoro, dois (incluindo uma criança de 02 anos) foram transferidos para Cáceres (MT) com suspeitas de fraturas e o restante já foi liberado.
Direito ao esquecimento

MAIS NOTÍCIAS

E M M M de Barros

Por Editoria

PRIMEIRA PÁGINA

ROVIVO TV

DESTAQUES EMPRESARIAIS

PUBLICAÇÕES LEGAIS

COLUNAS