TESTES RÁPIDOS: Testagem em massa para Covid-19 é realizado no formato drive-thru em Ji-Paraná

Mais de 663 jiparanaenses compareceram ao drive-thru de testes rápidos para covid-19

TESTES RÁPIDOS: Testagem em massa para Covid-19 é realizado no formato drive-thru em Ji-Paraná

Foto: Divulgação

 

O Governo de Rondônia, por meio da Secretaria de Estado de Saúde (Sesau), disponibilizou mil testes para detecção do novo coronavírus em Ji-Paraná, nesta segunda-feira (12), no formato de drive thru, que consiste na realização sem que a pessoa necessite descer do veículo.
 
 
De acordo com a coordenadoria de testagem em Ji-Paraná, 663 pessoas espontaneamente se submeteram ao teste; 87 delas tiveram o resultado positivado para covid-19.
 
A ação do Poder Executivo, é a 12ª realizada utilizando o mesmo método em várias cidades rondonienses. Em Ji-Paraná o movimento ocorreu pela segunda vez.
 
 
O objetivo da ação, que faz parte do programa “Mapeia Rondônia”, da Sesau, é identificar o maior número de pessoas infectadas pelo coronavírus, com os dados precisos, para que o Governo do Estado proceda com outras ações no enfrentamento à pandemia.
 
Teste aplicado é o antígeno com coleta de secreção nasal
 
O teste aplicado é o antígeno, com a coleta de secreção nasal, pelo sistema swab, um dos mais modernos e capazes de identificar com maior precisão a presença do vírus no organismo. “Ao ser positivada a pessoa deve seguir mais rigorosamente os protocolos sanitários e iniciar os tratamentos médicos recomendados”, explicou Fernando Máximo, secretário da Saúde.
 
 
Fernando Máximo, que acompanhou a ação, ressaltou que as novas cepas do coronavírus são mais agressivas ao organismo e de maior transmissibilidade, por isso, todos os cuidados preventivos devem ser reforçados no cotidiano das pessoas.
 
“Quem apresenta o resultado positivo para covid-19 já passa pela consulta médica, faz outros exames complementares e leva para casa o medicamento indicado, caso queira”.
 
A cozinheira Joana Ferreira da Silva foi uma das primeiras a passar pelo teste gratuito. “É extremamente importante a ação porque a falta do tratamento precoce pode levar a pessoa à morte”, disse Joana Ferreira, que teve o resultado negativo.
 
O construtor civil, Ney Cesário de Oliveira, disse que recorreu à testagem em massa porque há dias estava sem olfato. “É melhor prevenir”, disse, ressaltando que “a gratuidade do teste é essencial para a população que não tem dinheiro para pagar na rede particular”.
 
Governador Marcos Rocha acompanhou a ação de testagem em massa em Ji-Paraná
 
O governador, coronel Marcos Rocha também esteve presente e destacou alguns dos esforços que a gestão governamental tem praticado no combate à pandemia, como cuidados preventivos, tratamentos e a recente aquisição do imunizante russo, o Sputnik V.
 
“Desde o início da pandemia estamos atentos à evolução do quadro epidemiológico e tomamos as medidas necessárias em relação ao distanciamento social, um dos pontos mais eficazes para evitar a proliferação do coronavírus. Já criamos mais 400 leitos de UTIs; entregamos regularmente às 52 prefeituras as vacinas que recebemos do Ministério da Saúde. Por fim, adquirimos mais de um milhão de doses do imunizante fabricado na Rússia”, elencou o governador.
 
A ação teve a parceria da prefeitura de Ji-Paraná, da Polícia Militar (PM), do Corpo de Bombeiros Militar (CBM) e Bombeiros Civil e mais a Autarquia Municipal de Trânsito (AMT). “A reunião de esforços com o objetivo em comum reforça o interesse do governador Marcos Rocha em proteger a sociedade”, frisou o secretário regional de Governo em Ji-Paraná, Everton Esteves.
Direito ao esquecimento

MAIS NOTÍCIAS

Por Editoria

PRIMEIRA PÁGINA

ROVIVO TV

DESTAQUES EMPRESARIAIS

PUBLICAÇÕES LEGAIS

COLUNAS