1º DE MAIO: Dia do Trabalho não é a única data comemorativa desta quarta-feira

Dia da Literatura Brasileira também é celebrada nesta quarta-feira (1º)

1º DE MAIO: Dia do Trabalho não é a única data comemorativa desta quarta-feira

Foto: Divulgação

 1º de maio é conhecido mundialmente por ser o Dia do Trabalhador. No Brasil, porém, outra data está sendo comemorada nesta quarta-feira. Trata-se do menos celebrado, mas também importante, Dia da Literatura Brasileira 

A escolha para festejar o Dia da Literatura Brasileira não tem relação alguma com o Dia do Trabalhador. A data se deve ao nascimento do escritor José de Alencar (1829-1877), principal nome do Romantismo e autor dos clássicos "O Guarani" e "Iracema". 

José de Alencar nasceu em 1 de maio de 1829, no Ceará, e se consagrou como o primeiro escritor brasileiro a retratar o país da maneira como realmente era, com personagens típicos.

Veja os movimentos literários do Brasil

- Quinhentismo - Vigente no Século XVI, tendo Padre José Anchieta como referência;
- Barroco - Vigente no Século XVII, tendo Padre Antonio Vieira e Gregório de Matos como referências;
- Arcadismo - Vigente no Século XVIII, tendo Tomas Antonio Gonzaga, Basílio da Gama e Cláudio Manoel da Costa como referências;
- Romantismo - Vigente no Século XIX, tendo Castro Alves, José de Alencar, Gonçalves Dias, Casimiro de Abreu e Álvares de Azevedo como referências;
- Realismo - Vigente no fim do Século XIX, tendo Machado de Assis, Aluísio de Azevedo e Raul Pompéia como referências;
- Naturalismo - Vigente no fim do Século XIX, tendo Aluísio de Azevedo e Raul Pompéia como referências;
- Simbolismo - Vigente no fim do Século XIX, tendo Cruz e Souza como referência;
- Pré-modernismo - Vigente entre 1902 e 1930, tendo Euclides da Cunha, Augusto dos Anjos e Monteiro Lobato como referências;
- Modernismo - Vigente no Século XX; tendo Manuel Bandeira, Oswald de Andrade, Cassiano Ricardo e Mario de Andrade como referências. 

Baixa procura por livros 

Apesar de excelentes autores e escritores no país, a população brasileira não costuma comprar livros. Esta, ao menos, é a constatação de uma pesquisa feita pelo "Panorama do Consumo de Livros" no fim do ano passado.

Segundo o levantamento, 84% da população adulta do Brasil não comprou ao menos um livro em 2023. Entre os entrevistados que compraram, 57% são mulheres e 43% são homens.

A pesquisa mostrou que o Brasil tem apenas 25 milhões de consumidores de livros. Do montante, 74% manifestam intenção de realizar novas compras.

Direito ao esquecimento
Qual pré-candidato à Prefeitura de Ji-Paraná tem sua preferência?
Como você avalia a gestão do prefeito Cornelio em São Miguel do Guaporé?

* O resultado da enquete não tem caráter científico, é apenas uma pesquisa de opinião pública!

MAIS NOTÍCIAS

Por Editoria

PRIMEIRA PÁGINA

CLASSIFICADOS veja mais

EMPREGOS

PUBLICAÇÕES LEGAIS

DESTAQUES EMPRESARIAIS

EVENTOS