DESFECHO: Após reportagem, família de Guajará-Mirim descobre que parente morreu

Parentes estavam sem notícias de seu Abel há 23 anos e soube que ele faleceu em 1998

DESFECHO: Após reportagem, família de Guajará-Mirim descobre que parente morreu

Foto: Divulgação

Cinco dias após a reportagem publicada pelo Rondoniaovivo, na última segunda-feira (08), sobre o desaparecimento do seu Abel Américo José Silvino, a família dele recebeu notícias de um leitor dando a triste notícia de que ele faleceu no dia 20 de dezembro de 1998.
 
“Infelizmente soubemos por uma funerária, que entrou em contato com a gente, dizendo que eles têm um óbito nesse nome de Abel Américo José Silvino. Imediatamente, nos enviaram a certidão de óbito. Fiquei muito triste com a notícia, pois tínhamos esperança de encontrar meu pai ainda com vida em algum lugar”, lamentou o filho, Flávio de Oliveira Silvino, que entrou em contato com a redação do jornal eletrônico.
 
 
E segue com a explicação: “Estou muito triste, mas resolvi comunicar a vocês do site que infelizmente soubemos desse fato, de que ele não está vivo. Mas pelo menos acabamos com essa agonia de querer saber se ele estava vivo e se estava bem”.
 
Apesar do choque e de ainda tentar processar o fato de que o pai não está mais vivo há mais de duas décadas, Flávio agradece a colaboração do Rondoniaovivo.
 
“Graças à reportagem de vocês foi possível saber que ele morreu em 1998. Ficamos muito gratos ao Rondoniaovivo por ter nos ajudado nessa busca pelo meu pai. Que Deus abençoe a todos da equipe do site”.
 
Direito ao esquecimento

Você acredita que o Brasil pode ser campeão da Copa do Mundo do Catar, que será realizada esse ano?

* O resultado da enquete não tem caráter científico, é apenas uma pesquisa de opinião pública!

MAIS NOTÍCIAS

Por Editoria

PRIMEIRA PÁGINA

ROVIVO TV

DESTAQUES EMPRESARIAIS

PUBLICAÇÕES LEGAIS

COLUNAS