SAÚDE: Como a sua alimentação pode melhorar a imunidade e prevenir doenças?

Entenda como alguns hábitos alimentares podem fazer maravilhas para sua saúde e imunidade

SAÚDE: Como a sua alimentação pode melhorar a imunidade e prevenir doenças?

Foto: Divulgação

Ouvimos o tempo todo, e lá no fundo sabemos que uma alimentação balanceada faz bem pra saúde. Corpo e mente agradecem, e funcionam muito melhor com uma dieta rica em nutrientes. 
 
Na teoria é até fácil falar, manter-se bem hidratado ao longo do dia, não ficar grandes intervalos sem comer, acrescentar frutas, verduras, legumes e carnes magras na rotina alimentar, e é claro que não podemos esquecer de evitar exageros com gorduras, frituras, refrigerantes, alimentos muito processados e açúcares. O desafio é colocar tudo isso em prática.
 
O que talvez nem todos saibam ainda, é que uma dieta rica, nutritiva e feita de forma intencional, ou seja, quando a pessoa se alimenta conscientemente (escolhendo opções melhores e mais saudáveis) influencia desde o nível de energia e disposição, o peso, qualidade do sono e principalmente o sistema imunológico.
 
A pergunta de milhões é: como a nossa alimentação pode melhorar a imunidade? 
 
Nosso sistema imune, como todo nosso corpo, precisa de nutrientes específicos para funcionar. Através da alimentação, podemos fornecer estes nutrientes, favorecendo assim seu funcionamento. 
 
É necessária, uma alimentação balanceada, à base de alimentos in natura, com o mínimo de alimentos industrializados e quanto mais colorido o prato de comida, mais diversidade de nutrientes terá.
 
Marília Berno, nutricionista, especialista em nutrição clínica, estética, esportiva e prescrição de fitoterápicos pelo IPOG afirma que nosso sistema imunológico ainda sofre diretamente a ação de todos os processos inflamatórios a que submetemos nosso organismo.
 
 Afirma a especialista que para ajudar na imunidade, podemos adicionar alimentos nutracêuticos, ou seja, que além de nutrientes tem componentes com ação terapêutica, tais como: cúrcuma, uva (fruta ou suco integral sem açúcar), peixes, tomate, laranja, acerola, frutos secos, entre outros. Esses tipos de alimentos, têm ação antioxidante e ajudam a combater os radicais livres que desencadeiam processos inflamatórios. Não esquecer de consumir bastante água que é fonte de saúde, também.
 
Marília ensina ainda como inserir de maneira fácil esses alimentos no dia a dia.
 
“As frutas podem ser consumidas in natura como parte de lanches ou sobremesa, ou na forma de sucos naturais, preferencialmente sem açúcar ou adoçantes. O tomate e outros vegetais podem ser incluídos nas saladas, sucos e outras preparações. As frutas secas são excelente opção para lanches fora de casa, são fáceis de levar, não necessitam de refrigeração e promovem boa saciedade. A cúrcuma (também conhecida por açafrão), pode ser utilizada como tempero”.
 
Para fixarmos um novo hábito precisamos entender a importância da repetição dos comportamentos desejados. Para melhorar a imunidade, aproveitando os benefícios da alimentação nutracêutica, devemos facilitar o preparo desses alimentos em casa, levar uma listinha pra não esquecer nada no mercado e ir colocando tudo em prática aos poucos. Sua saúde e imunidade agradecem.
 

IPOG - Instituto de Pós Graduação

Visite a sede na Av. Rio Madeira, 2759, Embratel, Porto Velho - RO ou www.ipog.edu.br

Fale no WhatsApp: https://api.whatsapp.com/send?phone=556930258333

Envie um e-mail para portovelho@ipog.edu.br

Instagram: @ipogportovelho

Direito ao esquecimento

Você acredita que candidatos evangélicos são realmente ungidos de Deus ou são “ungidos” do pastor?

* O resultado da enquete não tem caráter científico, é apenas uma pesquisa de opinião pública!

MAIS NOTÍCIAS

Por Editoria

PRIMEIRA PÁGINA

ROVIVO TV

DESTAQUES EMPRESARIAIS

PUBLICAÇÕES LEGAIS

COLUNAS