ESPAÇO ABERTO: Onça pintada é sedada e morre após operação de resgate em Vilhena

ESPAÇO ABERTO: Onça pintada é sedada e morre após operação de resgate em Vilhena

Foto: Divulgação

 

SERIA NEGLIGÊNCIA

 
Uma onça pintada morreu, mesmo após o trabalho de uma força tarefa para resgatá-la. O animal apareceu no aeroporto de Vilhena.
 
OPERAÇÃO
 
Foram onze horas de muita expectativa para a equipe organizada de sedar o animal e removê-lo de onde estava. A onça foi encontrada em baixo de um caminhão de combustível.
 
QUIETA
 
Quem acompanhou o trabalho disse que a onça estava imóvel e parecia cansada. Ela recebeu um tiro com uma arma de tranquilizante.
 
EXAME
 
Quando foi possível se aproximar, o animal foi removido e levado para uma faculdade. Já na instituição de ensino, a equipe percebeu um machucado na paleta esquerda da onça.  
 
EXAME 2
 
Durante a avaliação de saúde, foi constatado que a onça estava morta. Servidores da Secretaria Municipal de Meio Ambiente de Vilhena, que participaram do trabalho, não explicaram a causa da morte.
 
SEM RAZÃO
 
Ninguém entendeu essa omissão, inicial, dos servidores municipais de Vilhena, Polícia Ambiental e Polícia Federal.Todo o trabalho envolvendo o resgate da onça foi feito por pessoas, em tese, preparadas para isso.
 
 
ESTRANHO
 
O biólogo da prefeitura, Rafael Fonseca, que acompanhou o trabalho disse que já no transporte da onça foi possível perceber um comportamento estranho do animal. Ele enfatiza que a onça não reagia nem mesmo com a aproximação de tanta gente em sua volta. 
 
MEDICAÇÃO
 
Sobre a dose do remédio usado na sedação, Rafael aponta que isso foi feito por um veterinário especializado nesse tipo de ação.
 
OFICIAL 
 
A Secretária Municipal de Meio Ambiente, Marcela Rodrigues de Almeida, informou que somente após o laudo da necropsia é que será possível explicar a razão da morte da onça.  
 
PROTEÇÃO
 
A onça pintada é protegida pela Lei Federal 9.605/98. O animal só existe na América do Sul e está ameaçado de extinção. 
 
FEDERAL
 
Ainda ontem, a Polícia Federal procurou a Secretaria de Meio Ambiente de Vilhena para avisar que vai resgatar o corpo da onça e se encarregar da necropsia.
 
HOMICÍDIO
 
A Polícia Civil aguarda imagens de câmeras de segurança para tentar identificar um motorista que atropelou dois ciclistas e fugiu do local. Um dos homens morreu na hora. O outro está internado em estado grave no hospital João Paulo II.
 
 
INVESTIGAÇÃO
 
O atropelamento aconteceu na BR-364, próximo da estrada da Areia Branca, zona sul de Porto Velho. O ciclista seguia na Rodovia sentido Porto Velho, junto com o amigo, quando foi atingido em cheio por um carro Fiorino que estaria em alta velocidade.
 
LONGE
 
Segundo a polícia, com o impacto as vítimas foram jogadas mais de 10 metros de distância. Motoristas que passavam pela região é que acionaram o Samu.
 
SOCORRO
 
A equipe médica ainda tentou executar procedimentos de reanimação, mas não conseguiu salvar o ciclista. Amigos da vítima relataram que há dois anos ele havia perdido um filho em um acidente de trânsito na avenida Guaporé.
 
 
OPINIÃO
 
Já é uma situação corriqueira em Porto Velho andar pela cidade e encontrar ciclistas pedalando. Quase 100% deles usam equipamentos como sinalizadores e coletes luminosos. 
 
OPINIÃO 2
 
É inadmissível conviver com a irresponsabilidade que é vista diariamente. A polícia e a Justiça precisam agir com rigor. É a única maneira de dar certa tranquilidade para quem cuida da saúde pedalando em nossa capital.
 
IMUNDICE
 
Moradores do bairro Olaria, região central de Porto Velho, estão revoltados com o restaurante Debate, localizado na avenida Pinheiro Machado. O estabelecimento estaria jogando na rua, dejetos com resíduos de gordura.
 
 
MAU CHEIRO 
 
A sujeira estaria saindo da Pinheiro Machado e indo para a rua José Bonifácio. Os moradores já teriam pedido ajuda para a Caerd e prefeitura, que não  teriam respondido às reclamações.
 
EMPRESA
 
Um laboratório de análises clínicas e microbiológicas é quem estaria mais sendo prejudicado, já que a sujeira gordurosa estaria se acumulando em frente ao estabelecimento.
 
 
OUTRO LADO
 
O Restaurante Debate informou que os dejetos gordurosos do local eram para ir para o esgoto que passa na rua em frente ao restaurante, mas isso não vem acontecendo.
 
DESGASTE
 
O estabelecimento esclarece que as manilhas são de amianto e muito antigas. Elas teriam acabado se decompondo e obstruindo a passagem do esgoto.
 
ALERTA
 
A empresa diz que todos os órgãos responsáveis (Caerd e Prefeitura) já estariam cientes do que está acontecendo.
 
OUTRO LADO 2
 
A Caerd informou que nesta segunda-feira irá até o local e depois divulgará informações sobre a possibilidade de resolver o problema.
 
OUTRO LADO 3
 
A prefeitura de Porto Velho não respondeu os questionamentos da coluna.
Direito ao esquecimento

Você concorda que os vereadores de Porto Velho continuem atuando online, mesmo com a queda nos casos de covid-19?

* O resultado da enquete não tem caráter científico, é apenas uma pesquisa de opinião pública!

MAIS NOTÍCIAS

Por Editoria

PRIMEIRA PÁGINA

ROVIVO TV

DESTAQUES EMPRESARIAIS

PUBLICAÇÕES LEGAIS

COLUNAS