ESPAÇO ABERTO: Liderança evangélica repudia atitude de pastor candidato a deputado

ESPAÇO ABERTO: Liderança evangélica repudia atitude de pastor candidato a deputado

Foto: Divulgação

 

AMARGO

Falando em azedume, a coisa também não anda muito boa entre os filiados da Cemaderon - Convenção Estadual dos Ministros das Assembleia de Deus no Estado de Rondônia.
 
ABORRECIMENTO
 
Uma importante liderança da Igreja Assembleia de Deus enviou um áudio no whatsapp repudiando a divulgação de um banner onde aparece um pastor afirmando que tem o apoio da Cemaderon para pré-candidato a deputado Federal.
 
 
 
IMAGEM
 
Na gravação, a liderança enfatiza que seu nome está vinculado à instituições apolíticas, sendo que a mensagem dá a entender que as organizações estão apoiando a pré-candidatura.
 
PASTORES
 
No banner alusivo à pré-candidatura de deputado Federal, estão os nomes do pastor Nelson  luchtemberg e do pastor Pocidônio, que é pré- candidato.
 
EXIGÊNCIA
 
Pastor Nelson disse que não autorizou a publicação do banner e alertou para a responsabilidade que pode ser usada a quem divulga uma imagem sem autorização. Nelson pediu a retirada urgente de circulação do banner e do conteúdo da maneira como está.
 
AZEDOU
 
Os bastidores da política de Rondônia ficaram agitados na tarde desta quinta-feira. O motivo seria um curto-circuito envolvendo a aliança do partido Avante com o governador Marcos Rocha. 
 
AZEDOU 2
 
Segundo o quefoi discutido, a coordenação de campanha de Marcos Rocha não estaria dando andamento a alguns acordos firmados para a eleição.
 
TRAIÇÃO
 
O grupo do Avante estaria se sentido traído pelas lideranças do governo e também percebendo arrogância vinda da Casa Civil do Estado.
 
APROXIMAÇÃO
 
Por conta de um possível desdém, o advogado Breno Mendes,  principal candidato a deputado Federal do Avante estaria negociando com o grupo do Senador Marcos Rogério.
 
COMPOSIÇÃO
 
O Avante já teria recebido oferta para ter a vaga de vice na chapa ao governo do senador Rogério. Conversa mole ou não, muita coisa ainda vem por aí até as definições partidárias para as eleições de outubro.
 
CONFIRMAÇÃO
 
O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) publicou na tarde desta quinta-feira (07), a decisão que confirma que o mandato do deputado estadual Geraldo da Rondônia (PSC) é de Jesuíno Boabaid (PMN).
 
MDB
 
O pedido de consulta à corte foi motivado pelo suplente Williames Pimentel (MDB), que pediu a recontagem dos votos das eleições de 2018, após a cassação pelo Tribunal Regional Eleitoral (TRE) do deputado estadual Geraldo da Rondônia. 
 
ARGUMENTO
 
“Entrei como terceiro interessado apontando que o deputado já tinha sido cassado e tinha perdido o prazo do recurso. Quando isso acontece, não pode ser conhecido [aceito]. O ministro reconheceu isso e destacou que de fato, a situação é diferente do Aélcio da TV e do Saulo Moreira. Então a vaga é do Jesuíno”, disse ao Rondoniaovivo o advogado Juacy Loura Neto. 
 
 
GONÇALVES
 
O responsável pela decisão foi o ministro Benedito Gonçalves, que em sua decisão negou o pedido do ex-secretário municipal e estadual de Saúde, Willames Pimentel.
 
DEPUTADA DE RONDÔNIA
 
Na última terça-feira (05), o presidente Bolsonaro publicou em rede social na internet uma imagem que lembra os investimentos destinados pela deputada Jaqueline Cassol para a UPA no valor de R$ 2,7 milhões, numa parceria com o Governo Federal.
 
ATUAÇÃO
 
Os recursos federais só foram liberados graças ao apoio do presidente Jair Bolsonaro e do Ministro da Saúde, Marcelo Queiroga.
 
TENTATIVAS
 
Jaqueline Cassol fez várias intervenções no Ministério da Saúde para que a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de Rolim de Moura, distante 483 quilômetros de Porto Velho (RO), recebesse recursos do governo federal e tivesse sua capacidade de atendimento ampliada.
 
2,7 MI
 
Com ajuda da deputada, o Ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, expediu uma portaria autorizando a liberação de R$ 2,7 milhões anuais.
 
BRIGA
 
Desde o ano de 2000, a deputada havia intercedido junto ao MS, para evitar que a  prefeitura municipal fosse penalizada e devolvesse mais de R$ 2 milhões por irregularidades, correndo risco de ter que devolver todos os recursos para a obra e a UPA não entrasse em funcionamento.
 
 
MENSAL
 
Com a situação resolvida, os repasses mensais serão no valor de R$ 225 mil, totalizando R$ 2,7 milhões ao ano.
 
APLICAÇÃO
 
O dinheiro será usado no funcionamento, manutenção e custeio de todas as ações de saúde. A UPA é uma unidade estratégica para os moradores de Rolim de moura e região.
Direito ao esquecimento

Qual você acha que será o resultado do jogo entre Brasil e Suíça nesta segunda-feira (28)?

* O resultado da enquete não tem caráter científico, é apenas uma pesquisa de opinião pública!

MAIS NOTÍCIAS

Baltazar Vilas Boas

Por Editoria

PRIMEIRA PÁGINA

ROVIVO TV

DESTAQUES EMPRESARIAIS

PUBLICAÇÕES LEGAIS

COLUNAS