ESPAÇO ABERTO: E a farra da porquice continua na região central de Porto Velho

ESPAÇO ABERTO: E a farra da porquice continua na região central de Porto Velho

Foto: Divulgação

 

IMUNDICE

Em lugar onde o gestor público ignora demandas, sejam elas quais forem, a tendência é o cidadão ser obrigado a conviver com problemas. Pior ainda quando o assunto é sujeira.
 
RECLAMAÇÃO
 
Moradores procuraram o Rondoniavivo, na manhã de ontem, para denunciar a sujeira e o lixo que estão se acumulando na rua Natanael de Albuquerque, no centro de Porto Velho.
 
OBRA
 
Eles afirmam que a responsável por essa situação seria uma reforma que está ocorrendo na agência do Banco Santander, que fica na avenida Sete de Setembro.
 
NA RUA
 
De acordo com os moradores da região, todo o lixo estaria sendo jogado na rua que passa atrás do banco.
 
TRANSTORNOS
 
O lixo está espalhado ao longo da calçada e rua. Pra deixar o visual ainda mais poluído, existem caçambas de entulho que ficam próximas ao lixão. 
 
IMPEDIMENTO
 
Por causa da sujeira, motoristas e motociclistas não podem estacionar no local. A comunidade pede que algo seja feito por parte da fiscalização municipal.
 
SOLUÇÃO
 
Eu sugiro aos nobres moradores da região aguardarem o início da cobrança de estacionamento da tal Zona Azul. Como é para arrecadar, pode ser que apareça alguém do município que se interesse pelo problema.
 
DESCASO
 
Aliás, Porto Velho tem uma combinação perfeita na região central. Imundice e prédio abandonado para todo o lado.
 
BLOQUEIO
 
No prédio onde funcionava o Bradesco, na esquina da Carlos Gomes com Jorge Teixeira, o proprietário cansou de pedir ajuda ao município para retirar mendigos, usuários de drogas e barracos que se amontoavam em frente ao local.
 
BLOQUEIO 2
 
O dono do imóvel colocou um tapume em parte da calçada, cobrindo toda a área no entorno do prédio. Se o serviço público não resolveu, ele deu o jeito dele. 
 
OUTRO LADO
 
O banco Santander não retornou as ligações da coluna.
 
TEMPERO
 
Falando em sujeira, tem um vídeo publicado ontem em redes sociais com um rato morto embaixo do balcão de uma panificadora, também na região central de Porto Velho.
 
DEDUÇÃO
 
Imagino que devia haver muito movimento na hora de enviar a ratazana “desta para melhor”, por isso foi mais prático jogar para debaixo do móvel, até o momento oportuno de se livrar do roedor intruso.  Realmente, não há o que não haja.
 
 
 
ELOGIO
 
Os vereadores de Vilhena elogiaram e aprovaram por unanimidade o projeto elaborado pela Prefeitura que cria o programa Passe Livre em benefício dos estudantes do município, feito a partir de sugestão do corpo jurídico da concessionária Transpaim, responsável pelo transporte coletivo da cidade.
 
17 MIL USUÁRIOS
 
O investimento é de quase R$ 1 milhão, que prevê compra de 17.500 passes em benefício de estudantes da rede pública e privada, além de pessoas de baixa renda registradas no CadÚnico. 
 
FEDERAL
 
A medida atende também alunos do Ifro (Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Rondônia), que também participaram das tratativas junto ao gabinete do prefeito.
 
INVESTIMENTO
 
A Prefeitura de Vilhena vai usar dinheiro próprio no projeto. Os recursos estão divididos em R$ 567 mil da Secretaria Municipal de Administração e R$ 378 mil da Secretaria Municipal de Assistência Social, num total de R$ 945 mil.
 
 
LEGALIDADE
 
A lei autoriza a compra de 10,5 mil passes para estudantes e 7 mil para pessoas de baixa renda cadastradas no CadÚnico, do Governo Federal. Mais informações podem ser conseguidas pelo WhatsApp institucional da Prefeitura de Vilhena, 3919-7081.
 
TRISTE
 
Em novembro do ano passado durante gravações de filmes para a Energisa conheci seu Francisco, morador de Candeias do Jamari. Senhor de 84 anos. 50 deles vividos no mato, trabalhando no seringal.
 
TRISTE 2
 
Tomamos café preto, coado em filtro de pano, e ele me contou com alegria que havia ganho uma geladeira da Energisa após se inscrever no programa de baixa renda do governo. Estava muito contente pois a conta de luz tinha reduzido pela metade após começar a fazer parte do programa governamental. 
 
TRISTE 3
 
Nossa conversa foi tão serena que fiquei impressionado com a simplicidade e força de vontade daquele velhinho quase cego, devido uma catarata, que caminhou 10km para ir até a prefeitura de Candeias e reivindicar seu benefício.
 
TRISTE 4 
 
Durante o fim de semana, uma "intuição" me fez ligar para uma filha de seu Francisco.  Muito emocionada,  ela me disse que seu pai esteve internado e não resistiu à complicações respiratórias. Desejei força para superar a perda e preferi não contar que ele mesmo havia revelado que tinha chegado a hora de partir.
Direito ao esquecimento

Qual você acha que será o resultado do jogo entre Brasil e Suíça nesta segunda-feira (28)?

* O resultado da enquete não tem caráter científico, é apenas uma pesquisa de opinião pública!

MAIS NOTÍCIAS

Baltazar Vilas Boas

Por Editoria

PRIMEIRA PÁGINA

ROVIVO TV

DESTAQUES EMPRESARIAIS

PUBLICAÇÕES LEGAIS

COLUNAS