ESPAÇO ABERTO: Ex-senador Ivo Cassol está fora das eleições de outubro

ESPAÇO ABERTO: Ex-senador Ivo Cassol está fora das eleições de outubro

Foto: Divulgação

 

DECISÃO

 
O resultado final do julgamento mais esperado do ano para a política rondoniense,tremeu com os alicerces da política no Estado na tarde de ontem. O STF não reconheceu a Ação Direta de Inconsticuionalidade (ADI 6630) proposta pelo PDT.
 
FORA
 
Com isso, foram por água abaixo as pretensões do ex-senador Ivo Cassol de concorrer no pleito de outubro. Com Cassol sem poder concorrer, a política de Rondônia passa a focar em outros cenários prováveis para disputa.
 
CONFIRMADO
 
O governador Marcos Rocha (União Brasil) é o único até o momento que efetivamente é candidato. Seus prováveis adversários "cozinhavam o galo" até ter certeza do que iria acontecer com Cassol. Agora, começa uma nova rodada de negociações entre partidos e pretensos candidatos.
 
OPOSIÇÃO
 
Entre as prováveis candidaturas contra Marcos Rocha, estão Vinicus Miguel, Léo Moraes e Marcos Rogério. Resta saber como será a composição das candidaturas majoritárias uma vez que ainda existe a federalização pela frente, o que empurra candidaturas "goela abaixo".
 
 
MUDANÇA
 
O destino político de Cassol era algo tão importante para o cenário eleitoral de Rondônia, que a partir de agora até mesmo quem queria se unir para enfrentá-lo, poderá tentar carreira solo.
 
PREJUÍZO
 
Por incrível que pareça, o governador Marcos Rocha sai prejudicado no novo cenário. Muita gente que já estava com um pé em sua candidatura, agora poderá migrar para o lado de Marcos Rogério, que também é aliado de Bolsonaro. 
 
REUNIÃO
 
O encontro entre o deputado Leo Moraes e o senador Confúcio Moura, na manhã de ontem, em Brasília, já é um claro sinal de que várias alianças já estão sendo articuladas. Confúcio já disse que quer o MDB como protagonista na eleição. Leo entendeu o recado e já teria oferecido tanto à vaga de vice como ao Senado Federal em sua chapa.
 
SENADO
 
A assessoria da deputada Jaqueline Cassol informou que a decisão do STF contra seu irmão não muda suas pretensões políticas. Ela garante que vai disputar o Senado Federal e são mentirosas as afirmações de que poderia ser vice em alguma chapa majoritária.    
 
 
GRAVE
 
Como se não bastasse o coronavírus para tirar o sossego de quem precisa frequentar uma unidade de saúde, agora é um surto de infecção nos olhos que vem apavorante muita gente.
 
REGISTRO
 
Uma fiscalização do Cremero confirmou 40 casos de endoftalmite- infecção grave nos olhos pós-cirurgia - em 40 pacientes. A denúncia chegou para o Cremero no mês passado.
 
NA CAPITAL
 
A ocorrência aconteceu durante três dias de mutirão, realizado pela Secretaria de Saúde do Estado de Rondônia (SESAU), quando foram operados na cidade de Porto Velho em torno de 120 pacientes por dia.
 
EXPLICAÇÃO
 
Na semana passada, a SESAU teria feito uma reunião em caráter de “esclarecimento”, onde médicos da empresa responsável pelas cirurgias teriam confirmado as infecções e explicado o motivo. Justificaram que houve um número abusivo de cirurgias realizadas por dia que torna difícil manter a segurança dos procedimentos e pacientes.
 
 
OFICIAL
 
Dos 40 casos confirmados, 13 foram positivados para a bactéria pseudomonas, a mais grave na especialidade. A presidente do Cremero, Ellen Santiago, disse que os pacientes correm o risco de perder a visão.
 
MEDIDAS 
 
De acordo com os especialistas em retina, Wener Passarinho Cella, da Universidade Federal do Maranhão, essa infecção apesar de ser rara é extremamente grave. Segundo o oftalmologista, o tratamento deve ser iniciado imediatamente após a apresentação dos sintomas. Inclusive da necessidade de cirurgia para a remoção do conteúdo infeccioso no olho.
 
SINTOMAS 
 
A médica Grace Pelicione acrescentou que os sintomas da endofitalmite são dor ocular intensa, vermelhidão e perda da visão. “Essa infecção é considerada a mais grave e com pior resultado funcional da oftalmologia. O diagnóstico rápido é fundamental”, aponta.
 
RECOMENDAÇÃO
 
Segundo o Cremero, a resolução 01/2020 do Conselho dispõe sobre a obrigatoriedade da apresentação prévia de documentos para a realização de mutirões, como forma de garantir a segurança do paciente que será atendido. O Cremero aponta ainda que o paciente precisa ter um pré-operatório não só do olho, mas da condição clínica geral também. 
 
MONITORAMENTO
 
Em seguida, tem que haver um acompanhamento médico adequado que evitará possíveis complicações. O Cremero enfatiza que um paciente não pode ser operado precipitadamente sem ter direito a um pós-cirúrgico assistido de forma correta pelo médico.
 
 
COBRANÇA
 
A presidência do Cremero oficializará na SESAU, nesta quinta-feira, os contratos e processo de licitação com a empresa envolvida, informações de providências tomadas e procedimentos adotados com os pacientes infectados além da suspensão imediata no local assim como de todos os mutirões de oftalmologia do Estado até que seja encerrada a apuração pelo Conselho.
 
OUTRO LADO
 
A Secretaria Estadual de saúde não respondeu os questionamentos da coluna até o fechamento da edição.
 
OPINIÃO
 
Esse fato se confirmado como relata o Cremero, merece apuração rigorosa e punição severa, se for o caso. A grande quantidade de cirurgias em tempo recorde remete a um único entendimento. Quanto mais paciente operado, mais se arrecada. Isso é inadmissível e vamos cobrar explicações e responsabilidades de quem quer que seja.
 
LIVRO
 
 
Durante esta semana vou divulgar fotos de alguns amigos que foram até o Porto Velho Shopping prestigiar o lançamento presencial de meu livro. Agradeço a amizade e generosidade de todos!
 
Amigas Gleice, Viviane e Tábata
 
 
Ricardo Vasconcellos, filho do colunista Selmo Vasconcellos
 
Amigo Bruno, assessor parlamentar do deputado estadual Dr. Neidson
Direito ao esquecimento

MAIS NOTÍCIAS

E M M M de Barros

Por Editoria

PRIMEIRA PÁGINA

ROVIVO TV

DESTAQUES EMPRESARIAIS

PUBLICAÇÕES LEGAIS

COLUNAS