ESPAÇO ABERTO: Governador e Prefeito se aliam e sepultam pretensões de ex-senador

ESPAÇO ABERTO: Governador e Prefeito se aliam e sepultam pretensões de ex-senador

Foto: Divulgação

 

ALIANÇA

O anúncio da aliança, com juras de amor e fidelidade para todo lado, entre o governador Marcos Rocha e o prefeito Hildon Chaves resultou em uma revelação. Hildon deixou de ser esperto apenas como empresário.
 
 
BASTIDORES
 
O tálamo cheio de orações e agradecimentos vinha sendo costurado desde o início do ano e foi sacramentado após um aporte financeiro considerável do Estado, na sexta-feira (25), nos cofres do município. 
 
EXIGÊNCIAS
 
Os contratos nupciais modernos são cheios de cláusulas e nesse entre governador e prefeito, foi tudo muito bem ajustado e recheado de exigências por parte do gestor municipal. Governador teria concordado com tudo.
 
Pode ser uma imagem de 1 pessoa, em pé, multidão e texto que diz
 
CONTA
 
Mas se engana quem pensa que o aporte imediato para investimentos no município de Porto Velho é a grande jogada. A galinha dos ovos de ouro do acordo envolve uma operação gigantesca. Em breve divulgo os detalhes. 
 
 
FORTALECIDO
 
O episódio revelou um Hildon Chaves muito mais forte do que se imagina, e independente de Marcos Rocha conseguir ser ou não reeleito. O fortalecimento não é pela união, mas sim por quem ficou de fora dela.
 
RALO
 
Ao fecharcom o governador, o prefeito também abriu portas no governo para a mulher dele e para uma deputada federal do PSDB, que deverá ser candidata ao Senado Federal na chapa de Marcos Rocha.
 
EXCLUÍDO
 
Além dessas conquistas, Hildon conseguiu também “tirar de cena” o ex-senador Expedito Junior, que sonhava sair candidato na chapa com Marcos Rocha. Mas foi camarada, deu 30 dias pra Expedito decidir o rumo que irá tomar.
 
NÚMEROS
 
É inegável a força política que ambos formam na capital com essa aliança, a questão é o que isso pode representar nas eleições de outubro. Ninguém aposta um centavo em enxurrada de votos, se bem que nem com um dilúvio nas urnas da capital a eleição poderia ser decidida.
 
 
NÚMEROS 2
 
Marcos Rocha fez 155 mil votos no segundo turno em Porto Velho, em 2018. Hildon Chaves 109 mil votos no segundo turno na reeleição para prefeito, em 2020. Isso representa 264 mil votos de um eleitorado total de 330 mil na capital.
 
NÚMEROS 3
 
Mesmo que ambos consigam a façanha de repetir todos os votos, isso dará menos de um terço do eleitorado de Rondônia, estimado em 1 milhão e 128 mil votos.
 
NÚMEROS 4
 
Os novos parceiros teriam que conquistar outros 300 mil votos para chegar ao segundo turno com metade da soma total, ou então um pouco mais que isso pra ganhar a eleição no primeiro turno. 
 
INVIÁVEL
 
Diversas lideranças políticas que conversaram comigo no feriado apontam que Marcos Rocha pode até ganhar votos significativos em Porto Velho, mas está longe ainda para qualquer tipo de comemoração. 
 
 
APOIO
 
Eu perguntei sobre isso ao governador, ele garantiu que já está “fechado” com 30 prefeitos dentro de um planejamento estratégico. Disse que nos próximos dias pretende conversar com os demais 22 prefeitos para definir novos apoios.
 
APOIO 2
 
Rondônia tem 52 cidades. Célio Lang, presidente da Associação Rondoniense de Municípios ( AROM ), disse que está fechado com o governador. O problema é que, nesse caso especificamente, Célio fala como prefeito de Urupá e não em nome da entidade.
 
APOIO 3
 
Não vejo problema em a AROM se manifestar publicamente apoiando à reeleição de Marcos Rocha, se essa realmente é a vontade da maioria dos prefeitos. O único impedimento, a meu ver, é se a entidade não está fechada com o governador. Aí sim justifica, digamos, a “timidez”.
 
DÚVIDA
 
Na verdade, o governador precisa ficar atento sobre o tamanho do apoio já conquistado. Não há nada garantido e se eu fosse Marcos Rocha ficaria esperto com o “tamo junto”. Aliás, Rocha sabe bem que pouca gente ainda cai no conto do “tapinha nas costas”.
 
DÚVIDA 2
 
Um encontro político realizado em Outro Preto do Oeste, na sexta-feira, mesmo dia da “conversão” ao todos por Rondônia, mostrou que alguns prefeitos que já alardearam retribuir os investimentos que vem recebendo do governo, não estão tão fechados assim.
 
COMPOSIÇÃO
 
O encontro teve as presenças do senador Confúcio Moura, deputados Lúcio Mosquini e Léo Moraes, entre outras lideranças contrárias ao governo que já teriam, também, fechado alianças voltadas ao pleito de outubro. 
 
 
DECIDIDO
 
Nessa reunião em Ouro Preto, foi deixado bem claro que o MDB não vai ser coadjuvante no pleito. A mobilização já é resultado do partido ter ficado de fora da aliança formada por União Brasil e PSDB.
 
AFRONTA
 
Lideranças muito conhecidas do partido e boas de voto, destacam que a soberba teria tomado conta do prefeito e do governador, deixando ambos com a impressão de que são eles que definem o jogo político no estado.
 
ISOLADOS
 
Essas mesmas lideranças que conversaram comigo, enfatizam que mesmo com as máquinas do estado e município nas mãos, União Brasil e PSDB estão longe de ser protagonistas. Precisam de aliança forte no interior, caso contrário “morrerão abraçados” na capital.
 
PONTUAL
 
Aliás, um dos aborrecimentos de Hildon Chaves com Expedito Junior seria porque os ex-senador nunca teria convidado o prefeito de Porto Velho para andar pelo interior. Expedito teria feito isso várias vezes com o senador Marcos Rogério, que nem do PSDB era.
 
DECISÃO
 
Na oficialização da aliança com Marcos Rocha, Hildon deixou claro que irá cumprir o mandato de prefeito e depois dará um tempo. Vai se preparar para o pleito de 2026, quando deverá concorrer ao governo ou senado.
 
 
ESTRATÉGIA
 
É claro que muita água ainda vai rolar, no entanto Hildon terá bastante tempo para bolar suas estratégias. Seja num eventual segundo mandato de Marcos Rocha ou com outro comando no governo.
 
VERGONHA
 
Não é da minha índole ficar insinuando coisas pra obter informação. Nesse mundo da política, alguns parlamentares acham que estão sempre tratando com picaretas e que podem “plantar” ou mentir descaradamente, tirando pessoas sérias para besta.
 
VERGONHA 2
 
Meus caros (direcionado a quem merece), esse espaço que tenho no maior portal de notícias do Estado de Rondônia foi conquistado com honestidade e credibilidade. Então não me tirem para ignorante e não subestimem os milhares de leitores sérios e críticos que me acompanham.
 
VERGONHA 3
 
Gente correta que elogia e critica com muita propriedade, sem afrontar ou faltar com o respeito. É isso que presa o bom jornalismo. Jamais vou responder com grossura ou deselegância alguém que tem entendimento diferente do meu.
 
VERGONHA 4
 
Outra coisa. Recebo fotos, vídeos e prints de conversas que envolvem questões pessoais, íntimas, que não dizem respeito ao dinheiro público, mas sim ao foro pessoal. Então, jogo no lixo e encerro o assunto.
 
LIVRO
 
Finalmente depois de um período de tanta incerteza, dor e cuidados excessivos, no próximo sábado estarei lançando meu livro “Do Outro Lado” no Porto Velho Shopping. Será às 19 horas, na Livraria Leitura. Espero os amigos por lá!
 
Direito ao esquecimento

Em qual desses quatro pré-candidatos você votaria se as eleições fossem hoje?

* O resultado da enquete não tem caráter científico, é apenas uma pesquisa de opinião pública!

MAIS NOTÍCIAS

Por Editoria

PRIMEIRA PÁGINA

ROVIVO TV

DESTAQUES EMPRESARIAIS

PUBLICAÇÕES LEGAIS

COLUNAS