ESPAÇO ABERTO: Governador já tem o primeiro adversário para enfrentar no pleito de 2022

ESPAÇO ABERTO: Governador já tem o primeiro adversário para enfrentar no pleito de 2022

Foto: Divulgação

 

AGORA VAI

Diferente da eleição para prefeito no ano passado quando “amarelou” em cima da hora, parece que agora o deputado Leo Moraes não irá decepcionar amigos e correligionários que torcem por ele. 
 
ENCONTRO
 
Os rasgados elogios da  presidente nacional do Podemos, deputada federal Renata Abreu (SP), massagearam o ego do nobre parlamentar no Seminário “Perspectivas da política nacional e Eleições 2022”, realizado segunda, em Porto Velho.
 
LOTAÇÃO
 
Organizado pelo Podemos Mulher, o evento lotou o auditório da Faculdade Sapiens. Dezenas de lideranças da capital e também do interior prestigiaram o ato que marcou a indicação e apoio total da cúpula do Podemos para que o deputado Léo Moraes concorra ao governo do Estado no ano que vem.
 
PONTUOU
 
A presidente do Podemos destacou a atuação política de Léo Moraes no Congresso e afirmou que ele já estaria preparado para assumir como Governador de Rondônia.
 
 
ENTRE OS GRANDES
 
Com a terceira maior bancada no Senado hoje, dirigentes partidários esperam que a sigla se torne ainda maior após as eleições de 2022. 
 
PERSPECTIVA
 
Léo Moraes disse acreditar na força do Podemos por ser um partido que defende a sociedade e não grupos. Ele aceitou a “convocação” feita pela liderança maior do Podemos, deputada Renata Abreu, quanto a concorrer ao governo em 2022.
 
COMPOSIÇÃO
 
Conversei com Moraes ontem e ele enfatizou que agora sim as conversas serão pra valer. Disse já ter discutido um projeto de governo com algumas lideranças, mas ainda não há uma definição.
 
DESEJO
 
Sempre mantendo a postura “lisa”, que lhe é peculiar, Leo costuma desconversar quando surgem cobranças mais consistentes. Embora não tenha afirmado nada, é muita clara a intenção do jovem deputado em ter duas grandes forças do interior em sua chapa.
 
 
SEGREDO
 
Os nomes vão ficar guardados ainda por um tempo. Não vou especular para não causar eventual constrangimento.
 
 
BUMERANGUE
 
A política tem coisas curiosas, uma delas é propiciar encontros e desencontros. No seminário organizado pelo Podemos, o delegado aposentado Pedro Mancebo ficou sentado ao lado do professor Herbert Lins.
 
MUDOS
 
Me deram certeza que não teve nem boa noite entre ambos. Mancebo teria disfarçado estar muito focado no evento, evitando olhar para os lados. Aliás, nesse caso, olhar apenas pra um lado. Onde estava Herbert.
 
 
PASSADO
 
Quando estava na ativa, Pedro Mancebo chefiou uma operação que resultou em várias pessoas presas, inclusive o professor Herbert Lins. Na Justiça, Herbert
conseguiu ser inocentado de todas as acusações.
 
PRF
 
A manifestação pública de Bolsonaro chamando os radares eletrônicos de “indústria da multa” em seu primeiro ano de governo ocasionou uma clara mudança de postura na Polícia Rodoviária Federal.
 
NO GERAL
 
Bolsonaro se referiu aos radares eletrônicos, mas nitidamente mandou um recado para seus subordinados na PRF. Não queria saber de ver motoristas sendo multados por qualquer motivo.
 
 
JUSTIÇA
 
Por força de ordem judicial, os radares foram reativados e Bolsonaro teve que se conformar. Comprar briga com a justiça não seria um bom negócio pra ele, mas em fevereiro desse ano ele voltou a defender a retirada dos equipamentos.
 
GERENCIAMENTO
 
Pois bem, os radares eletrônicos fixos voltaram timidamente, no entanto a PRF sossegou nas operações com os  equipamentos móveis, dando uma clara demonstração de obediência ao chefe.
 
DISCIPLINA
 
Nem o mais autoritário servidor da corporação deseja arriscar colocar a "cabeça a prêmio" tretando com o Messias.
 
ESTRATÉGIA
 
No entanto, se não dá pra multar com radar que se encontre outra forma então de tentar "buscar" recursos.
 
ESTRATÉGIA 2
 
Em Porto Velho, a opção foi então "inventar" operação à noite na Jorge Teixeira. E as operações de aleatórias não tem nada. Fim de tarde de domingo e nos dias de piseiro lá estão os agentes com armas, veículos e consultando sem nenhuma pressa documentos pessoais dos motoristas e veículos.
 
FERIADÃO: Veja o número de presos na Operação Lei Seca em Porto Velho
 
CAOS
 
O trânsito na Jorge Teixeira que já é lerdo por natureza vira um sufoco nos dias das tais operações.
 
CONCORRÊNCIA
 
Uma coisa que chama atenção nessa "preocupação" voraz da PRF com o bem-estar do cidadão é não ligar pra péssima logística de trabalho, principalmente na esquina da Pinheiro Machado com a Jorge Teixeira.
 
ENCURRALADO
 
A dinâmica das operações ocasiona um congestionamento horroroso no local. Impossível ninguém perceber  que o lugar já é perigoso pela escuridão, além do risco de uma carreta perder os freios no sentido Imigrantes trevo do Roque.
 
MANIFESTAÇÃO
 
Pelo menos uns dez leitores da coluna vêm me cobrando há meses reportagem sobre o assunto. Qual a razão da PRF fazer operação Lei Seca na cidade se já tem umas duas ou três simultâneas, toda semana, organizadas pelo Detran e Batalhão de Trânsito.
 
OPINIÃO
 
Também não vejo fundamento nenhum nessas “operações” noturnas da PRF, até porque não se tem conhecimento de resultados consistentes. Muito útil mesmo seria a PRF exigir do DNIT melhor sinalização e pintura de faixas na BR-364. Isso sim traria um pouco mais de segurança para quem anda a noite na rodovia.
 
Direito ao esquecimento

Em qual desses quatro pré-candidatos você votaria se as eleições fossem hoje?

* O resultado da enquete não tem caráter científico, é apenas uma pesquisa de opinião pública!

MAIS NOTÍCIAS

Por Editoria

PRIMEIRA PÁGINA

ROVIVO TV

DESTAQUES EMPRESARIAIS

PUBLICAÇÕES LEGAIS

COLUNAS