ESPAÇO ABERTO: Porto Velho vai retomar obrigatoriedade de máscaras para contrapor desleixo

ESPAÇO ABERTO: Porto Velho vai retomar obrigatoriedade de máscaras para contrapor desleixo

Foto: João Vitor Muniz/Rondoniaovivo

 

ALERTA

 
O prefeito de Porto Velho, Hildon Chaves (PSDB), anunciou em coletiva de imprensa na manhã de ontem, dados alarmantes em relação à covid-19.
 
IMEDIATO
 
Mais de 95% das mortes por coronavírus em 2021 foram de pessoas não vacinadas. Imediatamente Hildon anunciou a volta de uso de máscaras e outras medidas para tentar frear a propagação do coronavírus na capital.
 
DADOS
 
Segundo o prefeito, um levantamento de Semusa aponta que somente em 2021 ocorreram 1.463 mortes por coronavírus em Porto Velho. Desse total, apenas 60 tinham registro de vacinação, os outros 1.403 não se vacinaram.
 
ALVOS 
 
A fala do prefeito deixa claro que os óbitos por covid-19 estão acontecendo em pessoas que não se vacinaram, ou que tomaram apenas uma dose. 
 
MAIS DE 50 MIL
 
Ainda de acordo com a prefeitura, cerca de 60 mil pessoas não tomaram nem a primeira dose em Porto Velho. Isso representa duas vezes mais a população de Candeias do Jamari. A meu ver, um absurdo. 
 
MÁSCARAS
 
Para tentar conter o aumento de casos e mortes, Hildon anunciou que irá voltar a obrigar o uso de máscara em locais abertos.
 
INTERNO TAMBÉM 
 
O prefeito afirmou ainda que estuda a obrigação de comprovante de vacinação em bares, boates, restaurantes, e demais eventos.
 
CONTROLE
 
A medida, segundo Hildon, não será a emissão de um passaporte sanitário, mas a comprovação de vacinação com os cartões ou print do aplicativo ‘Conecte SUS’ que atesta a imunização do indivíduo.
 
CORRETO
 
Estou fechado 200% com Hildon Chaves nessa causa. E isso nem é questão de livre arbítrio, é preservação da vida mesmo, embora para alguns isso não pareça prioridade. 
 
VACINAÇÃO  
 
Realmente muita gente sustenta que não é obrigada a se vacinar. Concordo. Mas o cidadão que tem amor à vida também não é obrigado a conviver com pessoas em situação de risco.
 
FOLIA
 
Tenho um amigo que é solteiro como eu e também regula de idade comigo. Vive me convidando para ir em um barzinho fechado, na região central, que só encerra atividades na  madrugada.
 
FOLIA 2
 
Lá tem boa música por sinal, muita diversão e o ambiente vive lotado. Cheio de gente sem máscara. Não vou. Prefiro sossego do que diversão com, talvez, prazo de validade.
 
TERMÔMETRO
 
O presidente do Podemos, em Rondônia, Oscar Netto, anunciou a vinda do ex-juiz Sério Moro ao estado. Moro é candidato a presidente em 2022 e estaria programado para vir em janeiro lançar sua candidatura em Rondônia.
 
PRESTÍGIO
 
Não acredito muito que Sérgio Moro empolgue alguém em Rondônia além dos correligionários ligados ao Podemos.
 
PRESTÍGIO 2
 
Essa visita é perfeita para se avaliar o potencial eleitoral do deputado federal Léo Moraes. 
 
INIMIGOS
 
De amigos íntimos, Moro e Bolsonaro viraram inimigos declarados. Se a “irmandade” Bolsonarista de Rondônia se manter fiel, Moro deverá fazer seu barulho com meia dúzia de gato pingado.
 
RESPINGO 
 
Um evento “morno” seria um desastre para as pretensões governamentais  de Léo Moraes. Aliás, aposto um bife acebolado lá do Restaurante do Zé como essa visita de Moro é que vai nortear os rumos do misterioso e incerto Léo Moraes.
 
EMATER
 
Recebi esclarecimentos e publico na íntegra.
 
A Entidade Autárquica de Assistência Técnica e Extensão Rural (Emater-RO) esclarece que o banner divulgado referente ao Projeto Integração Rural não foi confeccionado por esta autarquia e não segue os padrões dos banners do Governo do Estado.
 
DUAS VEZES
 
Esta já é a segunda edição do Projeto Integração Rural realizado pelo Governo do Estado de Rondônia, por meio da Secretaria de Estado da Agricultura (Seagri) e da Emater-RO, em parceria com a Prefeitura de Vilhena, sendo que a primeira edição foi realizada na região de Machadinho do Oeste e Mirante da Serra.
 
FINALIDADE
 
O Projeto Integração Rural tem por objetivo promover o intercâmbio técnico de práticas sustentáveis na agropecuária no bioma amazônico e visa o fortalecimento da agricultura no estado de Rondônia.
Direito ao esquecimento

MAIS NOTÍCIAS

E M M M de Barros

Por Editoria

PRIMEIRA PÁGINA

ROVIVO TV

DESTAQUES EMPRESARIAIS

PUBLICAÇÕES LEGAIS

COLUNAS