ESPAÇO ABERTO: O descaso público com o maior dos símbolos nacionais

ESPAÇO ABERTO: O descaso público com o maior dos símbolos nacionais

Foto: Divulgação

 

OSPB

 
Quando o governo era ainda militar, era regra ter nas escolas aula sobre deveres cívicos. Os alunos aprendiam a cantar os hinos brasileiro, do estado e da cidade. Além disso, também tinha aula sobre os símbolos nacionais.
 
ENSINO
 
A gente aprendia a importância dos quatro símbolos. Como cada um representava o país, onde e quando poderiam ser usados e a maneira como devem ser conservados. O aprendizado também informava as sanções que existem em caso de uso indevido dois símbolos.
 
GAZETARAM
 
Pois bem. Parece que tanto gestores do Governo como da Prefeitura faltaram à aula que informava o cuidado que se deve ter com os símbolos nacionais. Basta andar por uma das principais avenidas que se observa o desleixo.
 
NINGUÉM VIU
 
Alguém colocou bandeiras do Brasil nos suportes dos semáforos. Elas estão espalhadas pelo prolongamento da Jorge Teixeira e sabe-se lá o real significado. Se fosse homenagem à Pátria, deveriam ficar expostas somente entre os dias 01 e 07 de setembro.
 
 

 
CONDIÇÕES
 
Pela Lei 5.700, de 01º de setembro de 1971, existem regras para exposição e conservação dos símbolos nacionais. No caso da Bandeira Nacional, o artigo Art. 20 diz que quando ela não estiver em uso, deve ser guardada em local digno.
 
DESTAQUE
 
Além disso, se for mantida exposta, como vem ocorrendo, deve estar devidamente iluminada. Na Jorge Teixeira é preciso rezar para ter iluminação na via, que dirá nos suportes dos semáforos.
 
CRIME
 
Voltando ao desleixo com a Bandeira, o artigo 35 da Lei 5.700 diz que a violação de qualquer uma da regras previstas na Lei, é considerada contravenção, sujeito o infrator à pena de multa de uma a quatro vezes o maior valor de referência vigente no País, elevada ao dobro nos casos de reincidência.       
 
     
 
REALIDADE
 
Parece que o amor à Pátria, tão propagado por militares e admiradores do Mito, está limitado a um único campo. Triste.
 
LEMBRETE  
 
Voltando a falar sobre os símbolos nacionais, para quem esqueceu a lição de OSPB. Além da Bandeira Nacional, temos o Hino Nacional, o Brasão da República e o Selo Nacional. 
 
LIMPA
 
Oito assessores exonerados em um único dia no gabinete do deputado Eyder Brasil. Ou tinha gente demais ou aconteceu algo internamente que desagradou o ilustre parlamentar.
 
CURSO
 
Universidade Unicesumar lançou curso superior de Investigação Forense e Perícia Criminal com duração de dois anos e meio. Excelente oportunidade para quem deseja um curso superior em uma área ampla e fascinante.
 
CONTEÚDO
 
No curso de Investigação Forense e Perícia Criminal, os futuros profissionais conhecem as leis que regem as ciências forenses, aprendem a elaborar perícias, laudos e pareceres, e a realizar diversas outras atividades que são exigidas pelo mercado de trabalho da área.
 
PARECIDOS
 
A graduação também é encontrada em instituições de ensino pelo Brasil com os nomes de: Perícia Criminal e Biologia Forense; Perícia Criminal e Ciências Forenses; Perícia e Genética Forense, Perícia Forense, entre outros.
 
ATUAÇÃO
 
Os tecnólogos do curso de investigação forense e perícia criminal, a partir de seu perfil e de seus conhecimentos, poderão trabalhar na elaboração de laudos periciais, bem como na confecção de laudos e pareceres de âmbito geral.
 
TEM MAIS
 
Também na atuação e prevenção de fraudes, prestando serviços como profissionais autônomos atendendo setores e instituições públicas e privadas e pessoas físicas ou, ainda, auxiliando outras categorias profissionais.
 
CRIMES
 
Tem também atuação de investigações criminais fazendo ligação entre a ciência e a justiça. No acompanhamento e evolução científica e tecnológica da área de atuação, seguindo padrões éticos e profissionais expressando conduta moral e respeito ao ser humano. Na vistoria, na realização de perícia, na avaliação, na emissão de laudo e no parecer técnico.
 
GREVE
 
Caminhoneiros autônomos e empresários se reuniram no Sul do Estado e decidiram ontem, em Vilhena, por uma paralisação pacífica a partir de hoje em protesto pelo valor do frete. 
 
SEM PRAZO
 
Um empresário que participou da reunião e pediu para não ser identificado, disse que a paralisação é por tempo indeterminado. A manifestação é em decorrência dos vários aumentos dos combustíveis sem o reajuste do frete.
 
PREJUÍZO
 
Em entrevista para o site Extra de Rondônia, o empresário teria dito: “Quem não aderir à paralisação, vai continuar trabalhando normalmente, não vamos obrigar ninguém a parar, mas quem sair para transportar está trocando seis por meia dúzia”, frisou.
Direito ao esquecimento

Em qual desses quatro pré-candidatos você votaria se as eleições fossem hoje?

* O resultado da enquete não tem caráter científico, é apenas uma pesquisa de opinião pública!

MAIS NOTÍCIAS

Por Editoria

PRIMEIRA PÁGINA

ROVIVO TV

DESTAQUES EMPRESARIAIS

PUBLICAÇÕES LEGAIS

COLUNAS