ESPAÇO ABERTO: Câmara de Vereadores de Alto Paraíso ignora dados sobre violência contra mulher

ESPAÇO ABERTO: Câmara de Vereadores de Alto Paraíso ignora dados sobre violência contra mulher

Foto: Divulgação

 

VERGONHA

 
Uma vereadora da cidade de Alto Paraíso, distante 210 km de Porto Velho, não conseguiu aprovar um projeto de apoio às mulheres vítimas de agressão. Segundo Dados da Secretaria de Segurança, Alto Paraíso tem os piores índices de violência contra a mulher.
 
VERGONHA 2
 
A vereadora Elissandra Queiroz ( DEM) diz que a notícia da rejeição do projeto se espalhou rapidamente e a deixou constrangida, já que em vários municípios de Rondônia os vereadores e a prefeitura, independente de partido, se uniram e aprovaram projetos semelhantes. 
 
 
 
PROJETO
 
O projeto da vereadora institui na cidade um banco de empregos para mulheres que sofrem violência e oferece suporte psicológico e outros atendimentos para as vítimas de agressão. No entanto, a iniciativa não teve a quantidade de votos necessários para ser aprovado.
 
 
FORMAÇÃO
 
A Câmara de Vereadores de Alto Paraíso conta com onze parlamentares, e destes apenas nove estavam na sessão ordinária que aconteceu no dia seguinte ao feriadão de Finados. Dos presentes, dois se abstiveram de votar e três foram contra.
 
REGRA
 
Por questão regimental, o presidente não participa deste tipo de votação, exceto em situação de empate. Portanto, o projeto teve apenas o voto de Elissandra e de mais dois companheiros de parlamento.
 
CONTRAMÃO
 
A rejeição da propositura, pelo menos em primeira votação, vai contra a triste realidade do Município com relação ao problema da violência doméstica. Segundo levantamento do Conselho Estadual de Defesa da Mulher, os indicadores de Alto Paraíso neste quesito são os piores de Rondônia.
 
PARADOXAL
 
A situação vivida pelas mulheres em Alto Paraíso é tão complexa que atualmente estão em andamento no Município ações de diversas instituições, entidades e organizações da sociedade civil no sentido de se instalar na cidade a Rede de Enfrentamento a Violência Doméstica e o Conselho Municipal de Defesa da Mulher.
 
ESSA SEMANA
 
No primeiro caso, já tem reunião pautada para acontecer na próxima quinta-feira, 11, com participação do MP e de representantes da Rede Regional instalada em Ariquemes e, no segundo, com pautas de lançamento agendadas para acontecer ainda este mês.
 
INFORMAÇÕES
 
As ações são fruto de demanda levantada pela Polícia Civil, Polícia Militar -através da Patrulha Maria da Penha - , da Secretaria Municipal do Trabalho e Assistência Social, igrejas, organizações de mulheres, Conselho Municipal de Assistência Social e até mesmo da Câmara de Vereadores, que vem sendo representada pela própria vereadora.
 
CONTRADITÓRIO
 
Por isso mesmo, é no mínimo curioso o posicionamento da maioria dos vereadores ao rejeitar, nesta primeira votação, a propositura da vereadora.
 
OUTRA DISCUSSÃO
 
A matéria volta a ser apreciada ainda essa semana, em sessão ordinária, e o que se espera é a mudança de conduta por parte do Parlamento, com a aprovação do projeto. Antes que eu compare o parlamento de Alto Paraíso ao de Sucupira vou aguardar até sexta-feira, 12. 
 
SUCESSO
 
A Feira do Estudante terminou no último sábado (6), no Porto Velho Shopping. Durante os três dias do evento, faculdades, escolas de idioma, ensino técnico, Secretaria Estadual de Educação estiveram reunidos em um único lugar para mostrar ao público que para estudar não faltam opções em nosso estado.
 
SUCESSO 2
 
Muito boa  a organização do evento que teve a assinatura da Interfrazão, da irmãs Ivana e Ivanilda Frazão. Elas avisam que já estão na organização do Business Day, que pretende reunir o empresariado rondoniense no próximo ano. Vale à pena participar!
 
EDUCAÇÃO FINANCEIRA
 
Com o tema “Hábitos de valor para uma vida financeira saudável”, o Sicoob estará presente na Semana Nacional de Educação Financeira (Semana ENEF), uma iniciativa do Fórum Brasileiro de Educação Financeira (FBEF).
 
HOJE
 
O Forum, que começa hoje e vai até dia 14, tem principal objetivo  promover ações de educação financeira no país. A partir de cursos, palestras e eventos on-line, o Sicoob terá uma participação bastante relevante na semana.
 
SUSTENTAÇÃO
 
“O mote da educação financeira é um grande pilar do cooperativismo financeiro. E no Sicoob, levamos isso muito a sério. Queremos espalhar este tema e proporcionar cidadãos mais conscientes e com uma relação mais saudável com seu dinheiro”, diz Louize Oliveira, analista de Educação Financeira do Instituto Sicoob.
 
PAUTA
 
Este ano, o Banco Central definiu como tema: “Planejamento, poupança e crédito: o PLA-POU-CRÉ e a saúde financeira”. Serão promovidas palestras, cursos, oficinas e campanhas de divulgação voltadas ao público.
 
SICOOB
 
Por meio do Instituto Sicoob, a instituição terá presença em toda a Semana ENEF. Entre os destaques, está o evento on-line sobre “Necessidade X Desejo”, hoje às 15h.
 
INSCRIÇÕES
 
As pessoas interessadas em participar da Semana Nacional de Educação Financeira podem acessar o site do evento e consultar as iniciativas que serão realizadas na aba “Agenda”.
Direito ao esquecimento

Você concorda que os vereadores de Porto Velho continuem atuando online, mesmo com a queda nos casos de covid-19?

* O resultado da enquete não tem caráter científico, é apenas uma pesquisa de opinião pública!

MAIS NOTÍCIAS

Por Editoria

PRIMEIRA PÁGINA

ROVIVO TV

DESTAQUES EMPRESARIAIS

PUBLICAÇÕES LEGAIS

COLUNAS