ESPAÇO ABERTO: Em meio a tanta desgraça, uma mulher de Rondônia é exemplo no Mundo

Confira a coluna de Cícero Moura

ESPAÇO ABERTO: Em meio a tanta desgraça, uma mulher de Rondônia é exemplo no Mundo

Foto: Divulgação

INÍCIO
 
Aos 14 anos de idade, Jossineide Oliveira e Silva, ainda nem sabia o que poderia ser na vida, mas resolveu dar o primeiro passo para algo. Ela ingressou na turma de Jovem Aprendiz do curso de Mecânica de Refrigeração, no SENAI-RO.
 
PROFISSÃO 
 
Jossineide queria se matricular no curso de Corte e Costura, mas as vagas estavam esgotadas, então o jeito foi aprender o que estava disponível. 27 anos depois, a hoje instrutora da escola SESI-SENAI Lagoa, de Porto Velho, pela segunda vez é destacada pela ONU Mulher como uma das maiores incentivadoras da presença feminina no setor de HVAC-R (em português AVAC - R = Aquecimento, Ventilação, Ar Condicionado e Refrigeração).
 
DESTAQUE
 
Reconhecida no Brasil e no exterior, Jossineide ganhou notoriedade ao participar de um documentário produzido pelo Ministério do Meio Ambiente, em 2018, focado em mulheres que atuam na área da refrigeração.
 
EXEMPLO
 
Ao contar sua trajetória, ela se tornou inspiração para as meninas do HVAC-R, colheu os frutos deste empenho sendo uma das cinco brasileiras destacadas na publicação da ONU Mulheres “Women in the Refrigeration and Air-conditioning Industry – Personal Experiences and Achievements”, além de ser homenageada com o Prêmio “Elas no HVAC-R”.
 
HISTÓRIA
 
“Iniciei meus trabalhos no SENAI-RO logo que formei. Com 16 anos, fui contratada com a função de artífice – uma monitora de laboratório – arrumava oficina, separava material para as aulas e auxiliava o professor”.
 
FORA DO ESTADO
 
“ Ao completar 18 anos, fui para Belo Horizonte (MG) fazer o Curso Técnico, pois no Estado de Rondônia não tinha. Após a conclusão, retornei para o SENAI-RO assumindo a docência dos cursos do setor de refrigeração e climatização, onde atuo até hoje, agregando também, a diretoria técnica da instituição”, contou.
 
DEU CERTO
 
Segundo Jossineide, optar pelo curso de Mecânica de Refrigeração, foi a melhor escolha que Deus fez para sua vida, mesmo em meio as adversidades que aconteceram e acontecem até hoje na sua caminhada profissional, ela se diz apaixonada pelo que faz e ama fazer parte do setor HVAC-R. 
 
VIROU EMPREENDEDORA
 
Jossineide, que também é empresária e dona de uma empresa de refrigeração, conta que sua rotina é gratificante. Passa o dia na empresa e a noite é hora de dar aula. “Transformar o setor de HVAC-R, é uma maneira de renovação e por isso dou o melhor de mim ao ministrar as disciplinas”, ponderou. 
 
OPINIÃO
 
Em um momento de tanta desgraça diária, que a história de vida de Jossineide sirva de referência para quem não perde a esperança. Com sabedoria, cuidado e a crença na ciência, em breve vamos nos ver livres desse vírus maldito e voltar a fazer planos e projetos profissionais e pessoais para uma vida digna e saudável.
 
GOVERNADOR
 
Sem fugir à regra do vagido de sempre, o governador Marcos Rocha anunciou nas redes sociais que o Governo de Rondônia  assinou contrato para aquisição de mais de 1 milhão de doses da vacina Sputnik V com a farmacêutica russa Gamaleya.
 
INVEJA
 
Deixando a impressão de que não queria aguçar a cupidez alheia, o governador salientou que trabalhou silenciosamente para que tudo desse certo. Falou que o Estado vai investir 55 milhões de recursos próprios nas vacinas e que até a segunda quinzena de abril, o medicamento deverá começar a chegar. 
 
QUASE MEIO MILHÃO
 
Segundo planejamento do governo, a meta é vacinar 500 mil rondonienses em um curto espaço de tempo. Rocha diz que a eficácia da vacina contra a Covid-19 é superior a 90% e este teria sido o principal ponto de escolha do imunizante.
 
CONTRATO
 
A expectativa do governo é que sejam vacinados os maiores de 18 anos ainda no primeiro semestre de 2021. O intervalo entre as doses é em torno de 21 dias.
 
CIÊNCIA
 
Diferente do que acredita e preconiza Bolsonaro, o governo teve a lucidez de informar que uma publicação da revista científica The Lancet demonstrou a eficácia da Sputnik V superior a 91,6%. No estudo com 19.866 participantes, 21 dias após a primeira dose, não houve casos moderados ou graves, isso significaria eficácia de 100% nos casos mais severos.
 
CONTRAPONTO
 
Mantendo um discurso pausado e moderado para evitar esbarrar em termos que venham arranhar a imagem junto ao Presidente, Marcos Rocha frisou que Rondônia nunca fez lockdown, e demonstrou não saber muito de inglês ao confundir confinamento com police force.   
 
AGOURO
 
Antes de finalizar a fala, o Governador disse ainda que existem aliados do vírus que torcem pelo infortúnio. Difícil entender que uma pessoa tão preocupada em pregar o evangelho, levante suspeitas de que possa haver gente torcendo pela desgraça de seu semelhante.
 
AGOURO 2
 
Aliás, falando em desgraça. Marcos Rocha, bastante fremente, fez uma gravação ao lado de Bolsonaro, em Brasília. O motivo de tanta emoção é que na reunião de governadores com o Presidente, foi informado da criação de um comitê de crise contra o  coronavírus. Isso um ano e 300 mil mortes no Brasil após o surgimento do Covid-19.
 
TENTANDO AJUDAR
 
A Energisa tem dialogado com diversos setores públicos e privados para encontrar meios de combater a pandemia do Covid-19. Uma das inciativas foi a entrega de infraestrutura elétrica e tubulações de gás para 23 leitos na Assistência Médica Intensiva (AMI) e agora vai transformar outros 54 no Hospital de Base. 
 
AUMENTO
 
Nessa segunda etapa serão construídos 760 metros de tubulação de oxigênio no HB. As obras começam hoje e terão investimento próprio da Energisa.
 
TRABALHO
 
A previsão é que o serviço seja finalizado totalmente em até 20 dias. Porém, devido a estrutura do prédio, é possível liberar os leitos por etapas, conforme ficarem prontos.
 
OPINIÃO
 
Sem dúvida nenhuma uma iniciativa elogiável. Quanto mais esforços e investimentos ocorrerem voltados para o setor de saúde, mais opções surgem para resguardar o atendimento da população.
 
SUGESTÃO
 
Aproveitando essa iniciativa da Energisa, até me atrevo a sugerir ao nobre André Theobald, diretor da empresa, o uso do caminhão do projeto “Nossa Energia” para educar e conscientizar a população sobre os cuidados em relação ao coronavírus.
 
 
ITINERANTE
 
O caminhão é uma unidade móvel que leva atividades lúdicas e educativas sobre uso consciente e seguro da energia. Ele vai até escolas, empresas e em mutirões de atendimento. Mesmo parado e em pontos estratégicos, o veículo poderia se transformar em um disseminador de orientações voltadas à prevenção.
Direito ao esquecimento

Qual dos deputados federais de Rondônia, você considera mais atuante no Congresso Nacional?

* O resultado da enquete não tem caráter científico, é apenas uma pesquisa de opinião pública.

MAIS NOTÍCIAS

Por Editoria

PRIMEIRA PÁGINA

ROVIVO TV

DESTAQUES EMPRESARIAIS

PUBLICAÇÕES LEGAIS

COLUNAS