BOLETIM CORONAVÍRUS - CLIQUE AQUI E FIQUE ATUALIZADO

CRESCIMENTO ECONÔMICO: Fabrício Jurado reforça a importância da regularização fundiária

A falta de documentos da própria terra pode dificultar que possíveis beneficiários obtenham empréstimos

ASSESSORIA

21 de Agosto de 2020 às 08:50

Foto: Divulgação

Na última quarta-feira, 19 de agosto, Fabricio Jurado, presidente do diretório municipal do DEM, participou de uma reunião organizada pelo BASA (Banco da Amazônia) representando o Senador Marcos Rogério, presidente do diretório estadual do DEM. 
 
Realizada na sede do banco em Porto Velho, a reunião contou com a presença do Superintendente Regional da instituição em Rondônia, Diego Campos, e do presidente do BASA, Valdecir Tose, que participou por videoconferência falando sobre os programas de financiamento oferecidos, como o FNO (Fundo Constitucional de Financiamento do Norte).
 
Valdecir Tose ressaltou que o FNO é a principal fonte de recursos financeiros estáveis para o crédito de fomento da Região Norte e um dos principais instrumentos econômico-financeiros de execução da Política Nacional de Desenvolvimento Regional (PNDR), elaborada pelo Ministério da Integração Nacional.
 
Fabricio Jurado, que é pré-candidato à Prefeitura de Porto Velho, conta que o BASA tem previsão de dois bilhões de reais que poderão ser investidos em projetos em Rondônia, mas, em sua opinião, a maior dificuldade que os prováveis beneficiários do fundo terão para apresentar projetos é a regularização fundiária, pois muitos não têm documento da sua própria terra.
 
“A maioria dos investimentos do BASA está no setor do agronegócio. A dificuldade na regularização fundiária, problema que atinge Porto Velho e todo o Estado de Rondônia, pode dificultar a concessão do empréstimo”, explica o pré-candidato. 
 
“É preciso desburocratizar e regularizar as terras para que pequenos produtores rurais possam obter e utilizar os recursos oferecidos pelo banco”, conclui.
 
SOBRE FABRICIO JURADO
 
Advogado, nasceu em Porto Velho, em 1975, é Presidente do Diretório Municipal do Democratas.
Direito ao esquecimento

MAIS NOTÍCIAS