EFETIVO: Concurso da Polícia Civil será realizado até o fim do ano, garante diretor geral

Segundo Samir, existe carência de profissionais em todos os setores da PC

No programa ‘Conexão Rondoniaovivo’ da última segunda-feira (2), o diretor geral da Polícia Civil de Rondônia, Samir Fouad, falou sobre a defasagem da polícia e a criação de um novo concurso para contratação de policiais.
 
Samir explicou que as aposentadorias do pessoal da Polícia Civil (PC) tiveram um impacto enorme dentro da instituição e por esse motivo, é necessário se pensar na reposição desses servidores.
 
Policiais antigos foram completando o período de prestação de serviço e os que sobraram foram se sobrecarregando, em razão da demanda ser maior que o efetivo. Atualmente, segundo o diretor, a força conta com 1.754 servidores lotados na Polícia Civil.
 
Novo concurso
 
Entretanto, um novo processo seletivo deve ser realizado ainda este ano para a Polícia Civil de Rondônia, de acordo com Samir Fouad. 
 
O diretor defendeu a criação desse certame, mas com ressalvas. Para ele, é necessária uma programação para que não ocorram problemas futuros.  
 
Para resolver, tem que ter um planejamento de pelo menos quatro anos, para fazer concurso anual. Porque é ruim que haja concurso de mil vagas, pois quando chegam cinco anos de serviço, todos tem direito a licença prêmio e isso dá um impacto muito grande na folha do governo”, explicou. Ele observou também que concursos anuais evitam os choques de gerações dentro da Polícia Civil
 
Perguntado sobre quais os postos mais necessitados de novos servidores dentro da Polícia Civil, ele foi enfático.
 
“Existe carência de profissionais em todos os setores da PC”, declarou. O quantitativo de vagas e a remuneração não foram informados.
Direito ao esquecimento

MAIS NOTÍCIAS

Por Editoria

PRIMEIRA PÁGINA

ROVIVO TV

DESTAQUES EMPRESARIAIS

PUBLICAÇÕES LEGAIS

COLUNAS