RETORNO: Recriação do Ministério do Trabalho reacende expectativa sobre concurso AFT

A solicitação de realização de um novo concurso para o provimento de 1.524 vagas de auditor-fiscal do trabalho foi encaminhada ao Ministério da Economia

RETORNO: Recriação do Ministério do Trabalho reacende expectativa sobre concurso AFT

Foto: Divulgação

O Sindicato Nacional dos Auditores Fiscais do Trabalho (Sinait) se reuniu, na última terça-feira (27), com representantes das secretarias do Ministério da Economia, para discutir o fortalecimento da Subsecretaria de Inspeção do Trabalho e defender as atribuições e competências da Auditoria Fiscal do Trabalho.
 
Para o presidente do Sinait, Bob Machado, a realização do concurso público para Auditor Fiscal do Trabalho (AFT) é importante devido às alterações e inovações das novas relações e contratos de trabalho previstas no período pós-pandemia.
 
“É necessária uma estrutura que faça frente aos desafios que vão se apresentar a partir do mercado de trabalho, notadamente acerca da geração de emprego, bem como dos vários desdobramentos previstos para o mundo do trabalho”, afirmou.
 
Na ocasião, a diretora da entidade Rosa Maria Campos Jorge disse que, com a recriação do Ministério do Trabalho, a preocupação passa a ser com a continuidade e melhoria da execução de políticas públicas que se efetivam por meio dos auditores fiscais.
 
“É a expertise da nossa carreira, a execução direta de políticas voltadas para a promoção do trabalho e da renda, integrada por Autoridades Trabalhistas, os Auditores-Fiscais do Trabalho, e que não se vê outra possibilidade que não seja a de manter e fortalecer a estrutura responsável pela atuação da Fiscalização do Trabalho”.
 
O secretário de Trabalho, Bruno Dalcolmo, citou o nome de Onyx Lorenzoni como sendo o futuro mandatário da pasta. E garantiu: “Serão mantidas as equipes e os projetos”. Também participaram do encontro o diretor do Sinait Francisco Luís Lima e o secretário de Inspeção do Trabalho, Rômulo Machado.
 
Solicitação de concurso
 
A solicitação de realização de um novo concurso para o provimento de 1.524 vagas de auditor-fiscal do trabalho foi encaminhada ao Ministério da Economia. Este quantitativo se refere aos cargos vagos no órgão.
 
O pedido segue em análise e aguarda aprovação da pasta. Apesar da movimentação, ainda não há expectativa de que a seleção seja realizada neste ano.
Direito ao esquecimento

MAIS NOTÍCIAS

Por Editoria

PRIMEIRA PÁGINA

ROVIVO TV

DESTAQUES EMPRESARIAIS

PUBLICAÇÕES LEGAIS

COLUNAS