INTOXICAÇÃO ALIMENTAR: Morte de criança é investigada após consumo de tucumã

Trinta pessoas tiveram sintomas de intoxicação alimentar depois de comerem a fruta

INTOXICAÇÃO ALIMENTAR: Morte de criança é investigada após consumo de tucumã

Foto: Divulgação

 

A Fundação de Vigilância em Saúde do Amazonas (FVS-AM) vai investigar um surto de intoxicação alimentar causado pela ingestão de tucumã na comunidade Irapajé, na zona rural de Manacapuru (a 68 quilômetros de Manaus). O alerta veio depois que uma criança de 8 anos morrer e outros 30 casos suspeitos da doença registrados no hospital do município, desde do último domingo (11. jul). 
 
Kaio Nascimento Maia, de 8 anos, passou mal na noite da última 2ª feira (12. jul). O menino teria ingerido o tucumã trazido pelos pais. Ele deu entrada no hospital com sintomas de diarreia, náuseas e vômito. Outras pessoas da família e alguns moradores da Comunidade do Irapajé, na Região do Rio Manacapuru, deram entrada no hospital local com casos de infecção alimentar.
 
 
Nesta 4ª feira (14. jul), a Secretaria Municipal de Saúde em Manaus informou que amostras do fruto consumido já foram enviadas para o laboratório da FVS/AM, também na capital amazonense, para que possam ser analisadas. "Pedimos à população que não consuma o tucumã, especialmente oriundos das comunidades do Rio Manacapuru até que esta Secretaria possa manifestar-se com clareza e evidências acerca do agente causador desse surto de infecção alimentar ocorrido nestes dias", diz a nota. 
 
O tucumã é um fruto popular na Amazônia, ele possui grande potencial para ser um substituto sustentável para o óleo de palma, que tem sido um vilão na destruição de florestas tropicais na região do Amazonas. 
Direito ao esquecimento

MAIS NOTÍCIAS

Por Editoria

PRIMEIRA PÁGINA

ROVIVO TV

DESTAQUES EMPRESARIAIS

PUBLICAÇÕES LEGAIS

COLUNAS