FRAUDE: Laudo da PF confirma que empresários mineiros tomaram soro ao invés de vacina

A denúncia mostrou diversas pessoas que pagaram R$ 600 para serem imunizadas

FRAUDE: Laudo da PF confirma que empresários mineiros tomaram soro ao invés de vacina

Foto: Divulgação

 

Laudo da Polícia Federal revelou que as vacinas tomadas por empresários de Belo Horizonte em março eram, na verdade, doses de soro fisiológico.
 
 
Na última terça-feira (30) agentes da PF realizaram um mandado de busca e apreensão na casa da enfermeira que aplicou as supostas doses da vacina, que supostamente eram da Pfizer  No local, foram encontrados diversos recipientes com o soro fisiológico. 
 
 
 
Segundo informações da GloboNews, os empresários que furaram a prioridade do Plano nacional de vacinação contra o novo coronavírus (Sars-Cov-2), foram vítimas de um golpe, já que a perícia feita pela Polícia indicou que a descrição do rótulo do líquido aplicado se trata de uma solução de cloreto de sódio, soro fisiológico.
 
 
A denúncia divulgada na terça-feira da semana passada (23) mostrou diversas pessoas, que pagaram R$ 600 para serem imunizadas, recebendo a 1ª dose em uma garagem de uma empresa de transportes em Belo Horizonte , capital mineira.
Direito ao esquecimento

MAIS NOTÍCIAS

PRIMEIRA PÁGINA

ROVIVO TV

DESTAQUES EMPRESARIAIS

PUBLICAÇÕES LEGAIS

COLUNAS