BOLETIM CORONAVÍRUS - CLIQUE AQUI E FIQUE ATUALIZADO

RENOVADO: Após dia da beleza, homem que vivia na rua é reconhecido pela família

A foto com o antes e depois viralizou nas redes sociais e chegou à família de João Coelho Guimarães

CORREIO BRAZILIENSE

17 de Dezembro de 2020 às 09:17

Foto: Divulgação

 

CORREIO BRAZILIENSE - Dado como morto há mais de 10 anos, um homem que morava pelas ruas de Goiânia foi encontrado pela família após ganhar um dia de beleza em um salão. Há pelo menos três anos, João Coelho Guimarães, de 45 anos, passa a maior parte do tempo percorrendo as ruas da região do Setor Marista, recolhendo latinhas para sobreviver, de acordo com o UOL.

 
 
João foi encontrado pela família após ajuda do empresário Alessandro Lobo, dono de uma loja que reúne itens de moda masculina e oferece serviços de barbearia e alfaiataria. “Ele veio e perguntamos se ele estava com fome e queria algo para comer. Mas ele recusou e perguntou se tínhamos um barbeador para que ele pudesse aparar a barba. Foi aí que tivemos um 'estalo' e todos que estávamos na loja resolvemos ajudá-lo de uma maneira diferente, proporcionando um dia de beleza para ele”, contou ao portal.
 
João fez barba, cabelo e bigode. Em seguida, recebeu três camisas, uma calça, um paletó e calçados novos. Alessandro também que teve a ideia de fotografar a mudança no visual do homem e postar o registro nas redes sociais para inspirar outros empresários a também ajudar quem precisa. A foto com o antes e depois viralizou nas redes sociais e chegou à família de João, que mora no DF.
 
 
Os parentes o reconheceram e viajam, nesta quinta-feira (17/12), para Goiânia. "Estão vindo a mãe e a irmã dele. Elas já o davam como morto porque há mais de 10 anos não tinham notícias do Seu José. Elas viram a foto e entraram em contato comigo e, como ele não tem telefone e nem endereço fixo, amanhã vamos percorrer o bairro para tentar encontrá-lo", explica Alessandro.
Direito ao esquecimento

MAIS NOTÍCIAS