BENEFÍCIO: Basa destinou mais de R$8,20 bi para crédito rural em 2021

De janeiro a dezembro de 2021, o Basa fechou mais de 19 mil contratos com produtores rurais de diversos portes

BENEFÍCIO: Basa destinou mais de R$8,20 bi para crédito rural em 2021

Foto: Divulgação

O setor rural da região amazônica foi alvo de mais de R$ 8,20 bilhões de contratações realizadas pelo Banco da Amazônia (Basa) em 2021. Este valor foi maior em 54% quando comparado com o resultado de 2020, totalizando R$ 8,20 bilhões. De janeiro a dezembro de 2021, o Basa fechou mais de 19 mil contratos com produtores rurais de diversos portes.  
 
  
 
O pecuarista do município de Extrema em Rondônia, Leandro Alves, foi um dos beneficiados com o crédito rural concedido pelo Basa. Ele atua há 18 anos na atividade e teve seu primeiro financiamento em 2004 para reforma de curral reforma de pastagem. Em 2019, adquiriu outro financiamento para engorda de bovinos “Em 2021, reformei toda a pastagem fazendo a calagem do solo para corrigir o teor de acidez, gessagem e adubação, redimensionei e aumentei a quantidade de piquetes e implantei forrageiras para aumentar a taxa de lotação”, comentou. Ele comemora o fato que agora a "virada de chave" será sair da taxa de lotação de 1,5UA/ha para acima de 4UA/ha.
 
 
 
Taxas e condições diferenciadas para custeio e investimento  
 
  
 
O superintendente regional do Rondônia, Daniel Moura, informa que o Basa oferece  condições e taxas diferenciadas para os produtores rurais por meio de suas linhas de crédito. Ele explica que por meio do Plano Safra 2021/2022, que teve início em 1º de julho de 2021 e vai até 30 de junho de 2022, o Banco disponibiliza desde o ano passado mais de R$ 7 bilhões para o agronegócio regional.   
 
 
 
As taxas de juros para o custeio são as menores do mercado, pois acompanham as taxas do Fundo Constitucional de Financiamento do Norte (FNO). Tanto para custeio e para investimento, há um custo financeiro menor, principalmente para os minis e pequenos produtores rurais. 
 
 
 
Um parâmetro muito importante é a adimplência. Para quem paga em dia, o produtor tem garantida a possibilidade de renovação do custeio imediato e a ainda ampliar a participação de crédito com novas operações sendo esta uma necessidade da propriedade. De acordo com superintendente, o produtor precisa ter o cadastro e limite de crédito aprovado e fazer um bom planejamento observando o ciclo de geração de receitas da atividade, buscando antecipar o pagamento da parcela de forma que esse ciclo de renovação seja possível realizar já com a liquidação da operação anterior. “Na prática o produtor garante pelo menos a nova operação nas mesmas condições da operação anterior”, explicou o superintendente.   
 
 
 
Agricultores familiares receberam mais de R$ 512 milhões   
 
O crédito para o pequeno agricultor familiar em 2021 também bateu recorde de contratações. O Basa destinou mais de R$ 512 milhões por meio do Programa Nacional de Fortalecimento Familiar (PRONAF), financiando mais de 13.200 projetos individuais ou coletivos, que geram renda aos agricultores familiares.  

Galeria de Fotos da Notícia

BENEFÍCIO: Basa destinou mais de R$8,20 bi para crédito rural em 2021

BENEFÍCIO: Basa destinou mais de R$8,20 bi para crédito rural em 2021

Direito ao esquecimento

Em qual desses quatro pré-candidatos você votaria se as eleições fossem hoje?

* O resultado da enquete não tem caráter científico, é apenas uma pesquisa de opinião pública!

MAIS NOTÍCIAS

Por Editoria

PRIMEIRA PÁGINA

ROVIVO TV

DESTAQUES EMPRESARIAIS

PUBLICAÇÕES LEGAIS

COLUNAS