CONCURSOS: Concafé e Concacau fortaleceram cadeias produtivas em 2021

Concafé é o maior concurso de café robusta do Brasil

CONCURSOS: Concafé e Concacau fortaleceram cadeias produtivas em 2021

Foto: Divulgação

Com o intuito de incentivar os produtores a continuarem com as produções e fortalecer a cadeia produtiva, o Governo de Rondônia tem se dedicado na realização de vários concursos. Um grande exemplo é o Concurso de Qualidade e Sustentabilidade do Café de Rondônia (Concafé), o maior de café robusta do Brasil, que tem avançado a cada ano. Desde 2019 o Concafé bate recorde de participação e premiação. Em 2021, o valor de R$ 400 mil em prêmios foi dividido entre os campeões, maior premiação da história do concurso.
 
Na 6ª edição do Concafé, promovida pela Secretaria de Estado da Agricultura (Seagri), os sete melhores cafés produzidos em Rondônia foram premiados. Os produtores receberam o prêmio mais o troféu de Qualidade e Sustentabilidade.
 
O cafeicultor Ronieli Hel, obteve a nota de 86,67 e tornou-se campeão em qualidade da bebida, com um café caracterizado com sabor de frutas vermelhas, cereja e carambola, acidez brilhante e um corpo aveludado e equilibrado. O 2º lugar em qualidade da bebida foi para Valdir Aruá, da Terra Indígena Rio Branco em Alta Floresta d’Oeste, alcançando 86,17 pontos.
 
Concafé premia os melhores cafés robustas do Brasil
 
O 3° lugar foi conquistado pelo produtor, João Alves da Luz, de Cacoal com nota 85,17; o 4° lugar para Onofre Teixeira, de Novo Horizonte do Oeste, com nota 84,67; 5° lugar ficou com  o produtor Ronaldo da Silva Bento, de Cacoal, nota 84,58; 6° lugar para a Alessadra Inácio Lopes Frez, de Novo Horizonte do Oeste, com nota 84,50 e o 7° lugar para Aldair Zimerman Schimitz, de Cacoal, com nota 84,42.
 
“O Concafé é um concurso muito importante que ajudou a revolucionar a cafeicultura rondoniense, visando promover os cafés de Rondônia, incentivar os produtores a aumentarem sua produção, além de premiar os melhores do Estado. Hoje, somos destaques na produção de café, conquistamos o 1º, 2º e 3º lugar no Coffee of The Year 2021; concurso que define os melhores cafés do Brasil. E vamos avançar mais, esse é só o começo”, destacou Evandro Padovani, secretário da Agricultura.
 
CONCACAU
 
Além do Concafé, neste ano, o Poder Executivo juntamente com parceiros realizou o 1º Concurso de Qualidade e Sustentabilidade do Cacau de Rondônia (Concacau) com o intuito de identificar, premiar, promover e incentivar a melhoria da qualidade e da sustentabilidade na produção de cacau no Estado.
 
O concurso foi considerado um sucesso pelos participantes e parceiros e premiou quatro produtores de cacau, com o valor de R$ 23,1 mil. André Luis Vicente, do município de Nova União, conquistou o 1º lugar da primeira edição do Concacau, ao receber nota 7,65.
 
“O Governo do Estado também tem trabalhado na revitalização da lavoura cacaueira e Rondônia possui um grande potencial de produtividade para o cultivo do fruto. Hoje, somos o 3º maior produtor de cacau do Brasil e temos cerca de dez mil hectares de plantio do fruto. Vamos ajudar nossos produtores a produzirem mais”, disse o secretário.
 
Concacau premiou quatro produtores do fruto com o valor de R$ 23,1 mil
 
CONCURSOS INTERNACIONAIS
 
A Seagri também tem apoiado e incentivado produtores rondonienses a participarem de concursos nacionais e internacionais, de suma importância para a valorização e desenvolvimento das cadeias produtivas.
 
Neste ano, o produtor de Ariquemes, Gilberto de Assis Miranda, foi o vencedor do ExpoQueijo Brasil Araxá International Cheese, na categoria Queijo de Vaca, Leite: pasteurizado, tratamento da coalhada, cozida, jovem (30 dias) e trouxe para Rondônia a medalha de ouro. O evento ocorreu na cidade de Araxá, Minas Gerais no período de 4 a 7 de novembro.
 
Outro destaque importante para Rondônia foram as premiações de cinco cafeicultores no Concurso Coffee Of The Year 2021, maior concurso que define os melhores cafés do Brasil e elege os grandes destaques do ano. O evento aconteceu dia 12 de novembro, durante a Semana Internacional do Café (SIC), em Belo Horizonte (MG).
 
Na categoria “Canéfora Fermentação Induzida” os produtores vencedores foram: 1° lugar Poliana Perrut; 2° lugar Alessandra Frez e 3° lugar Geanderson Vieira, todos do município de Novo Horizonte do Oeste.
 
Já na categoria “Canéfora Natural” os campeões foram: 2° lugar Deigson Bento e 3° lugar Dione Bento, do município de Cacoal.
Direito ao esquecimento

Em qual desses quatro pré-candidatos você votaria se as eleições fossem hoje?

* O resultado da enquete não tem caráter científico, é apenas uma pesquisa de opinião pública!

MAIS NOTÍCIAS

Por Editoria

PRIMEIRA PÁGINA

ROVIVO TV

DESTAQUES EMPRESARIAIS

PUBLICAÇÕES LEGAIS

COLUNAS