Pastores de ontem e de hoje - Por Valdemir Caldas

No capítulo 23 de Jeremias, Deus manda um recado curto e grosso aos líderes espirituais, pastores e profetas, acusando-os de dispersarem a Seu povo. O exercício de qualquer atividade, principalmente religiosa, exige seriedade e responsabilidade. 
 
Isso porque não se brinca com as coisas de Deus, mas os pastores e profetas dos tempos de Jeremias estavam pervertendo a palavra do Senhor, proferindo mentiras em seus próprios nomes, usando o santo nome de Deus de maneira inconsequente  e irresponsável para satisfazerem os interesses dos líderes políticos, seus privilégios, de seus familiares e amigos. 
 
Nos tempos de Jeremias, os falsos profetas estavam levando o povo a decadência espiritual pela negligência e por suas próprias atitudes, além de servirem a deuses de nações pagãs, a ponto de Jeremias chamar aquela situação de "uma coisa horrível", e comparar seus conterrâneos aos moradores de Sodoma e Gomorra, as duas cidades pervertidas, destruídas pelo fogo Divino.
 
Nada do que eles diziam provinham da boca do Senhor.  Eles enchiam a boca para falar de paz, mas o coração daquela gente estava longe de Deus,  que prometeu derramar Sua ira contra eles.
 
E hoje, você acha que Deus está satisfeito com a conduta de todos aqueles que dizem representá-Lo? O que há em comum entre os líderes espirituais dos tempos de Jeremias e os de hoje? Que mensagem de julgamento Deus teria para as lideranças políticas e religiosas de hoje? Que mensagem o Senhor teria hoje para sua Igreja? Que mensagem Deus teria hoje para você?
 
Direito ao esquecimento

Com a chegada de Ivo Cassol, em quem você votaria para o Governo de RO?

* O resultado da enquete não tem caráter científico, é apenas uma pesquisa de opinião pública!

MAIS NOTÍCIAS

Por Editoria

PRIMEIRA PÁGINA

ROVIVO TV

DESTAQUES EMPRESARIAIS

PUBLICAÇÕES LEGAIS

COLUNAS