ROTAS AMAZÔNICAS: Setur assina Carta do Turismo na Amazônia durante Simpósio

O primeiro passo é reconhecer e promover os produtos turísticos segmentados

ROTAS AMAZÔNICAS: Setur assina Carta do Turismo na Amazônia durante Simpósio

Foto: Divulgação

 

O Governo de Rondônia, por meio da Superintendência Estadual de Turismo (Setur), assinou a Carta do Turismo na Amazônia durante o primeiro Simpósio de Pesca Esportiva realizado em Boa Vista, Roraima, na última quarta-feira (19).
 
Com isso, Rondônia passa a integrar as Rotas Amazônicas Integradas (RAIs), que visa desenvolver o turismo de forma integrada em todos os sete estados que integram a Amazônia.
 
A pesca esportiva movimentou cerca de R$ 1 bilhão e tem crescido cerca de 30% nos últimos anos
 
De acordo com o superintendente da Setur, Gilvan Pereira Júnior, “a assinatura dessa carta é uma união de esforços em prol da construção de uma rota integrada de pesca esportiva. Isso é importante, porque o turismo foi uma das atividades mais afetadas durante a pandemia. A RAI surgiu como produto pensado por todos os secretários de Turismo dos estados da região Norte e agora vamos implementar ações nesse sentido”, ressaltou o superintendente.
 
No primeiro ano de assinatura desta carta será trabalhado o segmento da pesca esportiva, cabendo aos gestores da área de turismo a escolha dos próximos produtos turísticos a serem trabalhados, de acordo com a motivação proposta pelo grupo de trabalho. O ramo movimentou cerca de R$ 1 bilhão e tem crescido cerca de 30% nos últimos anos, conforme o levantamento do Ministério do Turismo”, salienta o superintendente destacando ainda o potencial da Amazônia para o turismo.
 
A RAI tem como prioridade desenvolver todos os segmentos do turismo na Amazônia
 
O coordenador de ações Turísticas da Setur, Willian Souza do Carmo também participou do encontro em Roraima e explica que “a iniciativa consiste em potencializar, de forma conjunta, grandes rotas turísticas amazônicas em feiras nacionais e internacionais voltadas a segmentos diversos, permitindo uma promoção de forma cooperada, na medida em que todos os estados promovem a Amazônia, com seus produtos e serviços comuns a cada Estado, estimulando a visitação turística em toda região Norte”.
 
TURISMO INTEGRADO
 
O primeiro passo, de acordo com a carta que foi assinada, é reconhecer e promover os produtos turísticos segmentados, de forma integrada, entre os estados da região Norte, fortalecendo o turismo em toda a Amazônia, com prioridade para os segmentos do ecoturismo, turismo de aventura, turismo de pesca esportiva, etnoturismo, turismo rural e turismo de experiência, através das rotas amazônicas integradas, conhecidas pela sigla “RAI”.
 
Direito ao esquecimento

MAIS NOTÍCIAS

P S Sabara - ME

Papéis Cometa LTDA

Por Editoria

PRIMEIRA PÁGINA

ROVIVO TV

DESTAQUES EMPRESARIAIS

PUBLICAÇÕES LEGAIS

COLUNAS