BOLETIM CORONAVÍRUS - CLIQUE AQUI E FIQUE ATUALIZADO

PROPOSTA: MTur vai incentivar a criação de pontos de parada em rodovias

Iniciativa, divulgada no ABAV Collab, trata de melhorias no transporte e conectividade de pontos turísticos

TURISMO.GOV

02 de Outubro de 2020 às 15:10

Foto: Divulgação

 

TURISMO.GOV - O Ministério do Turismo vai apresentar um programa de incentivo à criação de pontos de parada e descanso em rodovias federais e estaduais para atender turistas que optam por realizar viagens por meio rodoviário. Com estas referências, o turista consegue planejar melhor o seu trajeto. A proposta foi apresentada nesta quinta-feira (01.10) durante painel virtual do ABAV Collab. A estratégia, que objetiva melhorar o deslocamento de passageiros, integra o Plano Nacional de Retomada do Turismo no país.

 
O secretário Nacional de Atração de Investimento, Parcerias e Concessões, Lucas Fiuza, destacou que a conectividade e mobilidade turística do Brasil é uma agenda prioritária. “Temos compromisso com esta pauta e ações concretas, como a recente criação do Fórum de Mobilidade Turística para discussão deste tema e avanços no setor. Neste momento de retomada, de reabertura do mercado, estamos dando um foco especial para o turismo rodoviário, buscando atender a nova tendência, que é o turismo de proximidade, caracterizado por viagens rodoviárias de curta duração”, disse Fiuza.
 
Durante o painel virtual na ABAV Collab para apresentação das iniciativas de mobilidade e conectividade do MTur, o coordenador-geral de Mobilidade e Conectividade Turística, Higor Guerra, também pontuou outras iniciativas em curso, como o mapeamento dos trechos rodoviários de interesse turístico no país com o Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT); mapeamento dos trechos ferroviários com potencial relevante para a atividade turística que podem ser reativados a partir de soluções sustentáveis; e a promoção do turismo náutico com melhorias nas áreas portuárias.
 
No setor aéreo, já foram identificados 78 aeroportos que cobrem as 30 Rotas Turísticas Estratégicas do Brasil, que estão em 158 municípios. “Vamos trabalhar o fortalecimento da aviação regional. A ideia é que a gente possa atrair novas empresas aéreas para operar novos voos de aviação regional e, com isso, fomentar mais o acesso do turista ao destino regional que, por vezes, se dá no interior dos estados e não nas grandes capitais”, antecipou Guerra.
 
Outra iniciativa prioritária é a promoção de medidas de integração entre modais de transporte, ou seja, terminais integrados. Isso porque, o turista que chega por via aérea, por exemplo, depende do transporte terrestre para chegar ao seu destino final.
 
WEBINAR – A Secretaria Nacional de Atração de Investimento, Parcerias e Concessões irá promover uma série de webinars sobre mobilidade e conectividade turística. A ideia é criar um espaço de diálogo entre especialistas, gestores, trade e demais interessados no tema e que queiram contribuir com o aperfeiçoamento do setor. (Clique AQUI para se cadastrar)
 
Direito ao esquecimento

MAIS NOTÍCIAS