MADRUGADA: Bom desempenho de Confúcio Moura sempre teve como base rotina saudável

Todos os anos, o Ranking dos Políticos premia os senadores e deputados federais mais bem classificados na plataforma

MADRUGADA: Bom desempenho de Confúcio Moura sempre teve como base rotina saudável

Foto: Divulgação

O hábito de dormir cedo e madrugar tem trazido resultados altamente positivos na carreira política do senador Confúcio Moura. Na semana passada, a organização Ranking dos Políticos o anunciou entre os mais assíduos e atuantes senadores da República.
 
“Deus ajuda a quem cedo madrugada” é o provérbio que o norteia há décadas. Duas observações a respeito de Confúcio governador: levantava-se às 4h da madrugada, lia o noticiário geral, incluindo o da sua Superintendência de Comunicação Social; fazia apontamentos dos assuntos que comentaria com assessores durante o dia; e diversas vezes foi visto de calção e camiseta descansando num banco do ponto de ônibus em frente ao Palácio Rio Madeira, durante caminhada.
 
“Tudo flui melhor no pensamento e na organização das ideias, quando aproveitamos a madrugada, e eu sempre levanto cedo”, ele comenta.
 
Todos os anos, o Ranking dos Políticos premia os senadores e deputados federais mais bem classificados na plataforma. Nos três primeiros anos de cada legislatura a organização premia os melhores do ano corrente e no último ano, os melhores da legislatura inteira.
 
Segundo o diretor-geral, Gláucio Dias, “o objetivo é reconhecer o bom desempenho que esses políticos tiveram no Poder Legislativo, com a missão de separar o joio do trigo.”
 
As categorias da premiação são: melhor senador e melhor deputado federal do Brasil; primeiros colocados em cada um dos 27 estados; 30 melhores deputados federais e 5 melhores senadores do País e, por fim, o troféu Bom Parlamentar, entregue a parlamentares com nota acima de 6,7.
 
 
 
JEITO ANTIGO
 
Em se tratando de um obediente cumpridor da organização e da disciplina, “antenado com o mundo”, Confúcio mantém a rotina desde quando foi policial militar em Goiânia (1967-1976); diretor e professor no Colégio Estadual Dom Abel, também naquela Capital (1970-19750; professor no Centro de Formação e Aperfeiçoamento da PM (1972-1973); professor na Escola Ricardo Cantanhede, em Ariquemes (1976); médico contratado pelo Governo do Território Federal de Rondônia em Ariquemes (1976-1977); médico no Hospital e Maternidade São Francisco nessa mesma cidade (1976-1995); pecuarista na Fazenda São Francisco em Ariquemes (1977-1995); secretário estadual de saúde em Rondônia (1987-1988); e durante diversas atividades sindicais representativas de classe, entre as quais, membro do Primeiro Conselho Comunitário de Ariquemes e suplente no Conselho Regional de Medicina, Porto Velho (1987-1991).
Direito ao esquecimento

Qual você acha que será o resultado do jogo entre Brasil e Suíça nesta segunda-feira (28)?

* O resultado da enquete não tem caráter científico, é apenas uma pesquisa de opinião pública!

MAIS NOTÍCIAS

Por Editoria

PRIMEIRA PÁGINA

ROVIVO TV

DESTAQUES EMPRESARIAIS

PUBLICAÇÕES LEGAIS

COLUNAS