MUDANÇAS: Daniel Pereira vai para governo e Vinícius Miguel sai para Câmara Federal, apontam bastidores

Professor universitário vai convocar entrevista coletiva nesta quinta-feira (21) para explicar próximos passos na pré-campanha

MUDANÇAS: Daniel Pereira vai para governo e Vinícius Miguel sai para Câmara Federal, apontam bastidores

Foto: Divulgação

Uma mudança inesperada às vésperas das convenções partidárias mexeu com os bastidores da política rondoniense na noite da quarta-feira (20).

 

Segundo informações de fontes importantes que atuam nos bastidores da Assembleia Legislativa, Governo do Estado e Prefeitura de Porto Velho, houve uma troca de posições dentro da chamada Frente Democrática, que vai reunir sete partidos da esquerda, incluindo PSB, Solidariedade e PT.

 

O ex-governador Daniel Pereira (Solidariedade), que seria pré-candidato ao Senado, agora, deve concorrer ao Governo do Estado. Já o professor universitário Vinícius Miguel (PSB), que era pré-candidato ao Executivo estadual, agora deve concorrer a uma cadeira na Câmara Federal em Brasília (DF).

 

Em conversa com a reportagem, na manhã desta quinta-feira (21), Vinícius aponta que outras possibilidades estão em aberto antes das convenções da Frente Democrática. Porém, ele deve convocar uma entrevista coletiva na sede do PSB, em frente à Câmara de Vereadores (Rua Belém, bairro Embratel), às 16 horas de hoje e explicar os próximos passos dele.

 

“Como disse Cazuza: os dados ainda estão rolando. Mas não estou muito disposto a ficar mudando de ideia. Pretendo convocar uma coletiva de imprensa para esta quinta-feira ainda e explicar o que pode acontecer”, pontuou Miguel.

 

A redação do jornal eletrônico tentou contato com o ex-governador Daniel Pereira, mas até o momento, não teve retorno. Caso isso aconteça, faremos a atualização deste texto.

 

Vinícius Miguel (esquerda) e Mauro Nazif (direita), deputado federal e presidente estadual do PSB - Foto: Divulgação

 

Possibilidades

 

A decisão teria partido da Executiva Nacional do PSB, partido em que Vinicius Miguel está filiado, avisando a ele sobre a composição da nova chapa majoritária ao governo.

 

A nova formação também deixou de fora o Partido dos Trabalhadores, que já contava com a vaga de vice na chapa com Miguel.

 

Com a saída do professor universitário, criou-se então uma chapa com o ex-governador Daniel Pereira para disputar o governo, tendo como vice Benedito Alves e Expedito Júnior ao Senado.

 

A aliança PDT, PSD e Solidariedade pode ter ainda o MDB, com o senador Confúcio Moura aprovando a nova composição.

Direito ao esquecimento

Com a chegada de Ivo Cassol, em quem você votaria para o Governo de RO?

* O resultado da enquete não tem caráter científico, é apenas uma pesquisa de opinião pública!

MAIS NOTÍCIAS

Por Editoria

PRIMEIRA PÁGINA

ROVIVO TV

DESTAQUES EMPRESARIAIS

PUBLICAÇÕES LEGAIS

COLUNAS