PRESSÃO: Após solicitação do MP, Antônio Bento pede exoneração do cargo de secretário em Guajará

O pedido de exoneração, veio em menos de uma semana após o Ministério Público de Rondônia (MP/RO), solicitar o afastamento

PRESSÃO: Após solicitação do MP, Antônio Bento pede exoneração do cargo de secretário em Guajará

Foto: Divulgação

O secretário Municipal de Obras de Guajará-Mirim, Antônio Bento, protocolou o pedido de exoneração do cargo no gabinete da prefeita Raissa Paes (MDB). A ação aconteceu nesta segunda-feira (27).
 
A atitude de Antônio já era esperada por muitas pessoas, uma vez que ele estava com os direitos políticos suspensos e com um saldo devedor de R$ 600 mil junto ao município rondoniense, que faz fronteira com a Bolívia.
 
O pedido de exoneração, veio em menos de uma semana após o Ministério Público de Rondônia (MP/RO), solicitar o afastamento de Antônio, Ana Michele da Silva – chefe de gabinete e da própria Raissa Paes - gestora municipal do município. 
 
No pedido, o MP aponta crime de improbidade administrativa por parte de Raissa. A promotoria do MP pediu ainda a indisponibilidade dos bens de Raissa e Antônio, solicitando deferimento do pedido, sem ouvir a parte contrária. No caso de descumprimento do pedido, será aplicada multa de R$ 5 mil por dia.
 
Outro pedido do MP é a proibição que os denunciados entrem qualquer órgão da público municipal.
 
Direito ao esquecimento

Qual dos deputados federais de Rondônia, você considera mais atuante no Congresso Nacional?

* O resultado da enquete não tem caráter científico, é apenas uma pesquisa de opinião pública.

MAIS NOTÍCIAS

Por Editoria

PRIMEIRA PÁGINA

ROVIVO TV

DESTAQUES EMPRESARIAIS

PUBLICAÇÕES LEGAIS

COLUNAS