RONDÔNIA: Em nome de empresários, Confúcio pede prorrogação do prazo de empréstimos junto ao BASA

Segundo o diretor do Banco, de forma similar, a Basa está oferecendo a possibilidade de clientes que contrataram operações no âmbito do Pronampe possam ampliar a carência originalmente concedida em 3 (três) meses.

RONDÔNIA: Em nome de empresários, Confúcio pede prorrogação do prazo de empréstimos junto ao BASA

Foto: Divulgação

Preocupado com os relatos das dificuldades de empresários de Rondônia que estão passando com a pandemia causada pela covid-19, o senador Confúcio Moura (MDB-RO), por meio de ofício, procurou a direção o Banco da Amazônia (BASA) para reivindicar a prorrogação de prazo de pagamento de parcelas de dívidas de empréstimos junto à instituição.
 
O parlamentar afirmou que muitos empreendedores contraíram empréstimos, também estão preocupados com os milhares de empregos que deles dependem, e questionou a possibilidade de prorrogação do prazo de pagamento das parcelas dessas dívidas por pelo menos 6 meses, ou pelo período em que as consequências da pandemia terminem.
 
O diretor de crédito do BASA, Roberto Martins de Paula, afirmou que a instituição, diante dos efeitos econômicos decorrentes da pandemia vem adotando medidas para auxiliar os empreendedores da Amazônia Legal. Segundo ele, para quem já possuíam créditos com o Banco, as parcelas de operações com recursos do Fundo Constitucional de Financiamento do Norte (FNO) foram suspensas durante o ano de 2020, voltando a vencer a partir de janeiro de 2021.
 
Roberto Martins explicou, no entanto, que o BASA passou a disponibilizar, a partir deste mês abril, de uma plataforma para que as micro, pequenas e médias empresas reestruturem suas operações com recursos do FNO. Para ele, os clientes que venham a aderir a esta renegociação, sobre a qual não é cobrada tarifa ou custo adicional, recebem carência de 8 (oito) meses.
 
Segundo o diretor do Banco, de forma similar, a Basa está oferecendo a possibilidade de clientes que contrataram operações no âmbito do Pronampe possam ampliar a carência originalmente concedida em 3 (três) meses. E ainda, para os casos em que parâmetros disponibilizados nas plataformas digitais não forem suficientes para a readequação do pagamento, o Banco atenderá as demandas de forma personalizada.
 
Direito ao esquecimento

MAIS NOTÍCIAS

Por Editoria

PRIMEIRA PÁGINA

ROVIVO TV

DESTAQUES EMPRESARIAIS

PUBLICAÇÕES LEGAIS

COLUNAS