BOLETIM CORONAVÍRUS - CLIQUE AQUI E FIQUE ATUALIZADO

BUSCA ATIVA: Vereadora Joelna Holder participa de reunião com o Ministério Público

Na ocasião, o Ministério Público discutiu a metodologia de implementação desse plano nos municípios durante a Pandemia

ASSESSORIA

30 de Setembro de 2020 às 10:36

Foto: Divulgação

 
Na Tarde do dia 25 de Setembro, a vereadora Joelna Holder, em atendimento a convocação do Ministério Público de Rondônia, esteve reunida juntamente com o Promotor de Justiça da Educação, Dr. Alexandre Jésus e representações dos Conselhos Tutelares, Secretarias Municipais de Educação (SEMED) e Conselhos Municipais dos Direitos da Criança e do Adolescente (CMDCA) de Porto Velho, Candeias e Itapuã, para discutir um plano de ação visando amenizar a evasão escolar durante e após a suspensão das aulas presenciais nas redes de ensino.
 
Na ocasião, o Ministério Público discutiu a metodologia de implementação desse plano nos municípios durante a Pandemia. Na oportunidade, Joelna também falou de suas fiscalizações concernente as atuações dos Conselheiros Tutelares na zona rural, ressaltando a importância desse atendimento e das demandas acerca da necessidade de estrutura para a ida até as localidades.
 
Corroborante a isso, Joelna contou que esteve na secretaria por duas vezes e encaminhou o ofício N° 82/2020/GVJH, para solicitar esclarecimentos acerca da liberação do recurso para a execução da ações in loco no perímetros rural. Em seguida, foi informada que os planos anuais dos conselhos devem ser reajustados para que o recurso seja liberado.
 
Após as solicitações, a Vereadora também propôs o PL 4017/2020, que determina a introdução de psicólogos e assistentes sociais nas escolas municipais. O projeto vem de encontro a necessidade de assistência a alunos mediante as vulnerabilidades a qual muitas famílias se encontram na Pandemia.
 
Joelna Holder está buscando acompanhar as pautas relacionadas a educação no Estado para entender e construir um diálogo homogêneo com os pares envolvidos e Ministério Público, pensando em resolver algumas questões resultantes da Pandemia na Capital. "Continuaremos fazendo o acompanhamento necessário para que as famílias recebam a assistência devida nesse momento" finalizou.
Direito ao esquecimento

MAIS NOTÍCIAS