BOLETIM CORONAVÍRUS - CLIQUE AQUI E FIQUE ATUALIZADO

LINHA DE FRENTE: Léo Moraes solicita que médicos que estavam em Manaus venham para RO

Nesta mesma reunião, o congressista rondoniense garantiu 20 novos respiradores de UTI e UTI Móvel

Assessoria

07 de Julho de 2020 às 12:50

Atualizada em : 07 de Julho de 2020 às 12:50

Foto: Divulgação

O remanejamento de profissionais da Saúde que estavam na linha de frente do combate ao COVID-19 em Manaus (AM) para o estado de Rondônia, foi solicitado pelo deputado federal Léo Moraes (PODEMOS) ao Ministério da Saúde, durante reunião realizada nesta última semana.

 

De acordo com Léo Moraes, os casos de coronavírus em Manaus reduziram consideravelmente, fato que levou ao fechamento do hospital de campanha montado para atender as pessoas infectadas.

 

Com isso, esses profissionais que foram encaminhados pelo Governo Federal poderia ser remanejado para o estado vizinho de Rondônia, que já passa dos 20 mil casos e mais de 500 mortes.

 

“Vemos uma importância muito grande nesse remanejamento e contamos com a sensibilidade e aprovação do Ministério da Saúde. O Ministério da Saúde tem se mostrado muito atencioso com nossas demandas”, afirmou Léo Moraes.

 

 

Nesta mesma reunião, o congressista rondoniense garantiu 20 novos respiradores de UTI e UTI Móvel. “Estamos juntos nessa guerra e venceremos em breve, com muita fé em Deus”, finalizou o deputado.

 

Ele segue em busca de recursos sem deixar de fiscalizar, cobrar e denunciar os atos públicos no Estado.

Direito ao esquecimento

MAIS NOTÍCIAS