BOLETIM CORONAVÍRUS - CLIQUE AQUI E FIQUE ATUALIZADO

DESAFIOS: Palitot preocupado com desempenho de alunos durante Isolamento

De acordo com o Professor Aleks Palitot outro ponto que será abordado durante o encontro serão as aulas remotas no ensino fundamental

ASSESSORIA

22 de Junho de 2020 às 16:11

Atualizada em : 22 de Junho de 2020 às 16:12

Foto: Divulgação

Palitot quer saber ainda quais os desafios encarados pelos professores e quais as necessidades para levar o conhecimento aos alunos na situação atual
 
A Câmara Municipal de Porto Velho realizou na manhã desta segunda-feira (22), as 10hs00, um encontro virtual da Comissão de Educação da Casa para tratar da retomada das obras da Creche Municipal localizada no bairro Rio Madeira, divisa com o Alphaville, Zona Norte da Capital.
 
De acordo com o Professor Aleks Palitot outro ponto que será abordado durante o encontro serão as aulas remotas no ensino fundamental. “Queremos saber como a Secretaria Municipal de Educação (Semed), vem tratando a questão. Avaliar o desempenho dos professores e se as coordenações de ensino vem mensurando a produtividade dos alunos e as dificuldades apresentadas pelos mesmos”, afirma o edil.
 

Foram realizadas várias denúncias ao seu gabinete sobre problemas envolvendo as aulas remotas na rede de ensino municipal. Questões como a façta de acesso remoto por alunos que, em grande parte são de famílias de baixa renda e não tem como acompanhar devido a falta de computadores, celulares e ate mesmo acesso a internet.
 
Ensino Virtual
 
O Ambiente Virtual de Aprendizagem (AVA), implantado pela Prefeitura possui limitação de recursos sendo utilizado apenas para postagem de atividades não se configurando como espaço pedagógico, além da falta de formação adequada aos professores que em muitos casos faz o uso de seus próprios recursos, atendendo pais em horários alternativos após as 18 horas.
 

“Tanta dificuldade apresentada e ainda assim quando alunos utilizam recursos tecnológicos como Whatsapp, os professores não contam com o devido retorno para avaliar a aprendizagem do aluno o que coloca essa metodologia de ensino como falha já que grande parte dos alunos é excluída por não possuir acesso e ainda pela falta de ferramentas para a devida avaliação”, ressalta Palitot.
 
“Protocolei o Ofício Círcular nº 157/2020/GAB-VAP/CMPV, que foi encaminhado ao Prefeito, ao Secretário da Semed e ao Presidente do Conselho Municipal de Educação, para conhecimento do caso e esperamos que algumas informações sejam esclarecidas durante esta reunião” assegurou Palitot.
 
 

Direito ao esquecimento

MAIS NOTÍCIAS