BOLETIM CORONAVÍRUS - CLIQUE AQUI E FIQUE ATUALIZADO

Deputado Eyder Brasil apresenta PL em defesa dos idosos abandonados

Os dados do Ministério dos Direitos Humanos apontam um alto índice de negligência ou abandono familiar, violência, abuso financeiro e violência física

ASSESSORIA

13 de Abril de 2020 às 16:20

Foto: Divulgação

O deputado Eyder Brasil (PSL) e líder do governo na assembleia apresentou o Projeto de Lei 415/2020, que dispõe sobre o abandono da pessoa idosa, a omissão de cuidados, de visitas, negligência emocional, entre outros no Estado de Rondônia.

 

Os dados do Ministério dos Direitos Humanos apontam um alto índice de negligência ou abandono familiar, violência, abuso financeiro e violência física. A constituição Federal de 1988 e a legislação infraconstitucional, em especial o Estatuto do idoso, reconhecem a vulnerabilidade dos idosos e visam a assegurar especial proteção a essa parcela da população.

 

Considera-se abandono dos idosos:

- a falta de visita periódica;

- não comparecimento nas datas comemorativas;

- ausência do contato telefônico ou qualquer tecnologia de comunicação;

- não prestar assistência afetiva, familiar, financeira, médica, sanitária, ou qualquer outra que deva por respeito à dignidade da pessoa idosa;

- situação que guardem similaridade para as quais a autoridade competente reconheça como abandono afetivo de idosos.

 

“É lamentável saber que pessoas batalharam uma vida toda, em prol de outras, e ao chegar à fase anciã, ser abandonada por àqueles a que dedicou toda essa vida”, disse Eyder.

 

O descumprimento da lei cominará ao infrator a pena prevista no art.98 da Lei Federal nº 10.741, de 1º de outubro de 2003. As unidades de saúde ou quaisquer entidades especializada, pública ou privada, deverão comunicar a prática do abandono da pessoa idosa, ao Ministério Público para ação das devidas providências.

Direito ao esquecimento

MAIS NOTÍCIAS