BOLETIM CORONAVÍRUS - CLIQUE AQUI E FIQUE ATUALIZADO

REUNIÃO: Encontro do Aliança pelo Brasil movimentou Porto Velho nesta sexta-feira

Coronel Chrisostomo agradeceu a presença de todos e declarou seu apoio a criação do partido Aliança pelo Brasil

ASSESSORIA

25 de Janeiro de 2020 às 11:32

Foto: ASSESSORIA

O Aliança pelo Brasil reuniu centenas de apoiadores e simpatizantes na tarde desta sexta-feira (24.01) em Porto Velho, no primeiro encontro estadual do movimento em prol da criação do partido.

 

Com a presença do coordenador estadual, deputado federal Coronel Chrisostomo, do vice-presidente do partido, Luiz Felipe Belmont, empresário Jaime Bagattoli, representantes de segmentos da sociedade, jovens e lideranças de todo o estado, centenas de apoiadores participaram da reunião.  

 

De posse da palavra, Jaime Bagattoli, afirmou que o Aliança pelo Brasil será o maior partido da historia do país. “Convidem seus amigos, familiares a assinar as fichas de apoio ao partido para que possamos alcançar o numero de assinaturas necessárias para o registro”, convocou Bagattoli.

 

Waldemir Andrade (Caçador), liderança da região de Nova Mamoré e Guajará-Mirim, também empenhou seu apoio a criação do novo partido. “Estamos trabalhando para mudar a historia do nosso Brasil. Este é o caminho para uma política de raiz com pessoas que trabalham por melhorias de nosso estado”, declarou.

 

Coronel Chrisostomo agradeceu a presença de todos e declarou seu apoio a criação do partido Aliança pelo Brasil. “Queremos uma política transparente, respeitada e democrática. Eu sou apoiador do Aliança pelo Brasil e peço sua assinatura para efetivar a criação”, enfatizou o deputado.

 

Em seguida o vice-presidente do partido, Luiz Felipe Belmont, destacou que este é um momento histórico que estabelece um marco de um partido para as próximas gerações.

 

O nome Aliança pelo Brasil representa união, lealdade e compromisso. E este será um partido de ideias que prestigia os valores éticos e morais com propostas que atendam toda a sociedade, porque nós somos a Aliança pelo Brasil”, finalizou.

 

 

 

 

 

 

Direito ao esquecimento

MAIS NOTÍCIAS