OPERAÇÃO ECSTASY: Polícia Civil prende traficantes que vendiam drogas sintéticas

Para comprovar que a substância é ilícita, é necessário fazer um teste químico minucioso.

OPERAÇÃO ECSTASY: Polícia Civil prende traficantes que vendiam drogas sintéticas

Foto: Divulgação

A Polícia Civil, através do Denarc de Ariquemes, deflagrou nesta manhã (12) a Operação Ecstasy.
 
Foram presos D.W.R.M (26 anos) e M.V.S.P (21 anos).
 
O Delegado Regional e Titular do Denarc de Ariquemes, Delegado Rodrigo Camargo, explicou que foram apreendidos na investigação 100 comprimidos da substância MDMA (valor total da droga estimado em R$ 8.000,00)  considerada uma das drogas mais potentes e perigosas já desenvolvidas em laboratório. 
 
Trata-se de uma espécie de versão melhorada do Ecstasy por ser considerado muito mais puro e, por essas e outras “vantagens”, transformou-se nos últimos tempos no mais procurado combustível sintético de adolescentes e adultos da classe média alta. 
 
Esclareceu o Dr. Camargo que, diferentemente da maconha e da cocaína, o MDMA é inodoro, o que dificulta e até pode passar despercebido pelos órgãos de fiscalização/repressão. 
 
Para comprovar que a substância é ilícita, é necessário fazer um teste químico minucioso. 
 
Disse ainda que, ao contrário do que ocorre com a cocaína e a maconha, vendidas em locais que vão de periferias à entrada de grandes casas noturnas no Brasil, a comercialização do MDMA se dá no mundo digital, geralmente via aplicativos e agora está sendo distribuído na região do Vale do Jamari, deixando um alerta aos pais de jovens e adolescentes.
 
Direito ao esquecimento

MAIS NOTÍCIAS

PRIMEIRA PÁGINA

ROVIVO TV

DESTAQUES EMPRESARIAIS

PUBLICAÇÕES LEGAIS

COLUNAS