BOLETIM CORONAVÍRUS - CLIQUE AQUI E FIQUE ATUALIZADO

REINCIDENTE: Empresa é flagrada transportando medicamentos de forma irregular na BR-364

O carregamento continha remédios, fraldas, alimentos e produtos perigosos acondicionados juntos e sem refrigeração. Vigilância sanitária decretou perdimento dos medicamentos

PRF

07 de Agosto de 2020 às 14:49

Atualizada em : 07 de Agosto de 2020 às 14:51

Foto: PRF

 

 

 

 

Em fiscalização ao compartimento de carga de um caminhão baú, que fazia o itinerário Porto Velho – Ji-Paraná, os agentes federais observaram que um lote contendo 24.321 unidades de medicamentos diversos, mais de 23 mil unidades de fraldas e equipamentos hospitalares (cateteres e luvas cirúrgicas estéreis) estava acondicionado ao lado de produtos tóxicos (baterias automotivas) e inflamáveis (isqueiros, aerossóis e resinas).

Um dos destinatários do material de saúde era um Hospital localizado no município de Ji-Paraná. A Vigilância Sanitária foi acionada e lacrou o caminhão para inspeção detalhada. De maneira similar ao observado anteriormente, foi afirmado que os medicamentos, por estarem acondicionados em ambiente de elevada temperatura, sem refrigeração ou circulação de ar, serão encaminhados para destruição, pois são inservíveis para consumo humano.

Foi registrado boletim de ocorrência em desfavor do motorista do veículo e também da empresa responsável pela reincidência nesse tipo de transporte.

Galeria de Fotos da Notícia

REINCIDENTE: Empresa é flagrada transportando medicamentos de forma irregular na BR-364

REINCIDENTE: Empresa é flagrada transportando medicamentos de forma irregular na BR-364

REINCIDENTE: Empresa é flagrada transportando medicamentos de forma irregular na BR-364

Direito ao esquecimento

MAIS NOTÍCIAS